Seis morrem em trágico acidente na BR-153

Os ocupantes eram moradores dos municípios de Rebouças e de Teixeira Soares.

Com a colisão o carro ficou imobilizado fora da pista e o caminhão tombou também fora da pista. Foto: PRF Um grave acidente aconteceu na noite de sexta-feira (9), por volta das 22h, em Rebouças, no km 356,2, próximo ao Rio Potinga. Seis pessoas morreram, sendo três homens e três mulheres, todos de faixa etária entre 20 e 30 anos. A colisão envolveu o veículo que as vítimas ocupavam – um Ford Fiesta e um caminhão. Os ocupantes eram moradores dos municípios de Rebouças e de Teixeira Soares. O caminhão de Bocaiuva do Sul, Paraná, tinha como condutor um jovem de 24 anos e uma passageira de 21 anos. Eles sofreram apenas lesões leves, mas foram encaminhados ao hospital devido ao estado emocional em que se encontravam. O motorista do caminhão foi submetido ao teste do etilômetro com resultado negativo para consumo de bebida alcoólica.

O acidente foi uma colisão frontal que resultou em cinco óbitos no local, uma vítima em estado grave, que foi encaminhada para a Santa Casa de Irati, mas não resistiu e também entrou faleceu. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ford Fiesta seguia sentido Rebouças para Rio Azul, quando invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com o caminhão que vinha no sentido Irati. Com a colisão o carro ficou imobilizado fora da pista e o caminhão tombou também fora da pista, mas houve necessidade de interdição de uma faixa para atendimento do acidente. Ocorrência contou com apoio da PM de Rebouças e Rio Azul.

Viatura do IML se envolve em acidente  Após atendimento da grave colisão ocorrida em Rebouças, por volta das 2h30 da manhã deste sábado, no KM 355,5, da BR-153, a PRF atendeu um acidente com a viatura do IML de Ponta Grossa, uma Toyota Hilux , que levava os corpos do acidente anterior e acabou saindo de pista e tombando. O condutor de 36 anos não sofreu lesões. Outra equipe do IML foi acionada para comparecer ao local e resgatar os corpos e dar encaminhamento ao IML de Ponta Grossa, onde serão identificados oficialmente.