Vereadores solicitam à Sanepar instalação de equipamento eliminador de ar nas tubulações do sistema de abastecimento de água

Os vereadores também aprovaram indicação por unanimidade de votos requerendo melhorias e a padronização dos pontos de ônibus do transporte coletivo

Assessoria Câmara Municipal de Irati

Representando os anseios da população, os vereadores apresentaram na Sessão Ordinária de abertura dos trabalhos legislativos de 2022 realizada ontem, dia 1º de fevereiro, sete indicações ao Executivo. As solicitações foram bastante comentadas pelos parlamentares, que explanaram sobre as dificuldades dos munícipes. 

O 1º Secretário José Ronaldo Ferreira apresentou indicação solicitando à Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar, que sejam tomadas as medidas necessárias a fim de garantir, a todos os consumidores, o direito de instalação de equipamento eliminador de ar nas tubulações do sistema de abastecimento de água dos seus imóveis. Conforme o vereador, é sabido que as tubulações das redes de abastecimento de água, quando desligadas por motivos operacionais ou em momentos de crise hídrica, necessitam de total ou parcial esgotamento da tubulação. “Desse modo, quando a rede é religada, por questões técnicas, é necessária a presença de pressão proveniente do ar comprimido para que a água consiga adentrar ao sistema de distribuição, fazendo com que os hidrômetros registrem como consumo, penalizando os consumidores. A instalação dos redutores de ar é necessária para impedir que o consumidor continue a pagar pelo ar que passa pela tubulação, uma vez que, conforme estudos, o ar é pago como água e pode significar cerca de 40% a mais na contagem dos metros cúbicos, elevando injustamente o valor da conta”, explicou.

Ronaldo destacou ainda a Lei Estadual nº 13.962/2002, que “estabelece para as concessionárias de abastecimento de água, a obrigatoriedade de instalação de dispositivo que elimine o ar na medição do consumo de água, e dá outras providencias”, a qual além de prever a instalação do equipamento eliminador de ar na tubulação, prevê que o teor desta Lei deve ser divulgado ao consumidor por meio de informação impressa na conta mensal de água emitida pela empresa concessionária.

ALCIDES CEZAR PINTO  

Alcides Cezar Pintosugeriu ao Executivo melhorias na Avenida das Torres, que liga o bairro Rio Bonito ao Alto da Lagoa, próximo de uma das entradas do CT Willy Laars. “Trata-se de uma via movimentada e bastante utilizada por moradores, portanto, precisa de manutenção constante”, justificou. Alcides também indicou a conclusão dos trabalhos de melhoria nas ruas do bairro Vila Raquel. “Os serviços de manutenção nas vias foram iniciados, porém, não foram concluídos”, alertou.

ALCIDES CEZAR PINTO E VERA GABARDO

Alcides Cezar Pinto e Vera Maria Gabardo apresentaram indicação solicitando ao Executivo a realização de manutenção e melhorias nos parques infantis das Praças Etelvina Andrade Gomes e da Rua Camacuã. Também recomendaram a instalação de um redutor de velocidade – travessia elevada – na Rua Camacuã, próximo à mercearia “É o Preço”, no bairro Rio Bonito. “De acordo com os moradores, há um grande fluxo de veículos na referida via e os motoristas trafegam em alta velocidade, acarretando perigo para os transeuntes”, alertaram os parlamentares.

VERA GABARDO

Vera Maria Gabardosolicitou ao Executivo a realização de melhorias e a padronização dos pontos de ônibus do transporte coletivo. A sugestão da vereadora é que os pontos tenham cobertura, banco, iluminação, calçamento, vedação nas laterais e na parte de trás, lixeiras, além de placas com linhas e horários de ônibus, de modo que o serviço seja oferecido com qualidade, conforto e acessibilidade. Vera também sugeriu a substituição das cadeiras da capela mortuária do bairro Vila São João, visando oferecer um ambiente mais adequado e confortável às famílias enlutadas, que velam por muitas horas os entes que partiram, em alguns casos, até mesmo viram a noite em despedida.

As indicações apresentadas foram aprovadas por unanimidade de votos e encaminhadas ao Executivo, que deverá tomar as providências cabíveis.