“Excepcional”: sinônimo de extraordinário. Porque ser diferente é normal!

Semana Nacional da Criança Excepcional – de 21 a 28 de agosto.

      Segundo o portalexpressao.com.br, "O termo 'criança excepcional' pode ser utilizado para se referir a uma criança particularmente inteligente ou a uma criança com talentos pouco comuns. Também é geralmente aceito para designar tanto a criança deficiente quanto a superdotada.

      A definição melhor assimilada, no entanto, é a que afirma ser a criança excepcional toda aquela que, simplesmente se difere da maioria das crianças por uma série de fatores como: características mentais; capacidades sensoriais; capacidades neuromotoras ou físicas; comportamento social; capacidades de comunicação; e deficiências múltiplas".

      Então, nós como sociedade, precisamos entender que ser diferente é normal. Cada um com suas particularidades e caractetísticas, sejam elas de gênero, etnia ou quaisquer outras designações que formam o individuo, com direito a integração e a inclusão social.

      Juntos podemos, e devemos, enfrentar muitos obstáculos ainda para acabar com o preconceito e promover a sensibilização e conscientização, social e Governamental, sobre os direitos fundamentais de plena cidadania do indivíduo com deficiência, o que deveríamos chamar de necessidades especiais.