No Dia da Comunidade Libanesa no Brasil, Fatina Charif Reda faz relato alusivo.

“Graças a Deus, conquistamos inúmeros clientes de Irati e região que são fiéis e amantes da nossa culinária”, agradece Fatina.

Alusivo ao último dia 22 de novembro, Dia da Comunidade Libanesa no Brasil, estabelecida entre Brasil e Líbano, há 65 anos, após independência em 1943, e para representar esta comunidade em Irati, trazemos o relato de Fatina Charif Reda, de 45 anos, Paulista de descendência libanesa, a qual possui dupla nacionalidade.

Fatina nasceu no Brasil e residia na cidade de São Paulo, porém aos 8 anos de idade voltou às origens, onde passou a infância e a juventude toda, aprendendo e agregando-se a religião e aos costumes islâmicos.

Passados 8 anos em terras libanesas, sentiu a necessidade de mudar de vida, assim, ela e o marido decidiram voltar a morar no Brasil. Chegando no Brasil, no ano de 2000 começou a trabalhar com seu pai no comércio, através desse aprendizado e da necessidade de trabalhar, em 2002 decidiu abrir seu próprio negócio. Foi onde começou seu trabalho no comércio de Irati.

Depois de 6 anos no país, teve mais um filho, Ali, e foi então que deu uma pausa para a maternidade. Após esse período nas horas vagas começou a fazer quitutes da culinária árabe, para poder ajudar na renda. 

Fatina é casada há 28 anos com Mohamed e tem 4 filhos: Hadil, Zeinab, Jana e Ali, e a caçulinha da família é a neta Nariman.

Ela encerra dizendo: "Graças a Deus, conquistamos inúmeros clientes de Irati e região que são fiéis e amantes da nossa culinária diversificada e tenho muita gratidão à eles que são responsáveis pela Culinária Árabe crescer cada dia mais!" 

Que os povos se unam, pois "Nessa Terra… Somos todos imigrantes!"