Tenente Gisleia da 8ª CIPM é premiada em concurso no Rio de Janeiro

Gisleia ficou em 1º lugar em uma das categorias do II Concurso Nacional de Artigos Científicos para Profissionais da Segurança Pública

Amanda Borges

A 1ª Tenente do Quadro Especial de Oficiais da Polícia Militar, Gisleia Aparecida Ferreira, da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (8ª CIPM) de Irati, recebeu um prêmio no II Concurso Nacional de Artigos Científicos para Profissionais da Segurança Pública. A condecoração se deu pelo artigo “Sou Mulher e Policial Militar: problematizações acerca da presença de mulheres em meio à Corporação Militar do Estado do Paraná”, de sua autoria, que venceu, em primeiro lugar, no eixo VI “História da Polícia Militar”, uma das categorias da premiação. O evento ocorreu na sexta-feira (3), no Rio de Janeiro.

Gisleia recebeu reconhecimento devido à importância do tema abordado no artigo no cenário da Polícia Militar. De acordo com ela, os atrasos históricos no desenvolvimento feminino na corporação militar explicam parte das dificuldades vivenciadas até hoje pelas mulheres que operam no ramo.

A Polícia Militar foi criada em 1854, mas só passou a admitir mulheres nos batalhões décadas após. “Em 1981, as primeiras oficiais femininas se formaram na academia policial militar do Guatupê. Porém, inicialmente tinham poucas vagas para mulheres. Foi com muita luta que aos poucos fomos conquistando espaço na PMPR”. Além disso, ela explica que no início os trabalhos designados às mulheres policiais eram voltados para situações menos conflituosas: “Inicialmente, as mulheres foram formadas para atuar na parte ‘light’, como problemas com mulheres, idosos, crianças e trânsito”.

“Dedico este prêmio a todos os meus professores, desde a primeira série, que sempre me incentivaram aos estudos” – Gisleia Aparecida Ferreira

O prêmio recebido prova que o esforço de Gisleia não foi em vão. “Foi um dos dias mais emocionantes da minha vida. Eu, uma pessoa simples, mas que sempre me dediquei aos estudos, foi uma realização para mim e minha família. Dedico este prêmio a todos os meus professores, desde a primeira série, que sempre me incentivaram aos estudos”.

Além de Gisleia, mais um policial pertencente ao 4º Comando Regional da Polícia Militar conquistou um dos podiums do concurso. O artigo “A Geografia da Polícia Militar do Paraná: conceitos espaciais na aplicação do policiamento”, do 2º Sargento Maximillian, recebeu o 2º lugar no eixo II “Gestão Operacional”.

O concurso aconteceu por iniciativa da Coordenadoria de Assuntos Estratégicos da Secretaria de Estado da Polícia Militar do Rio de Janeiro e tinha como objetivo estimular e desenvolver a produção de conhecimento científico dentro da Polícia Militar. Se inscreveram no evento policiais de todo o país, totalizando o envio de 120 artigos que tratavam de assuntos diversos.