Obras das estradas rurais em Fernandes Pinheiro encerram essa semana

Com o excesso de chuvas em janeiro, o programa precisou alterar o cronograma e estender o prazo no município até final de fevereiro

As obras do Programa Patrulha Rural em Fernandes Pinheiro encerram essa semana, ao todo, serão aproximadamente 25 km separados em três trechos, que foram divididos em três etapas: estrada de acesso do Assungui até Bituva dos Lopes executados 9.2 km, trecho de acesso Bituva dos Lopes até Bituva das Campinas, com 7.5 km já executados e a estrada que liga Bituva das Campinas até Bituva dos Machados com um total de 9 km.

Iniciadas no começo de novembro, o maquinário permaneceu no município por um tempo maior devido ao excesso de chuva no mês de janeiro. Em casos como esse, e apesar de ter um cronograma aprovado pelo Governo, existe uma comunicação entre os municípios para haver flexibilidade, portanto, o prazo foi estendido e houve alteração nesse cronograma, permanecendo no local por mais 25 dias, aproximadamente.

Em fase conclusiva, o último trecho do projeto abrange 9 km. Além do cascalhamento, outros trabalhos, como várias partes de rebaixos foram realizados para melhorar a condições das estradas. “Estamos contentes por estar conseguindo atingir o objetivo dos três trechos contemplados no projeto. Além do mais, foi feito rebaixos de vias para melhorar a declividade, algumas intervenções, caixas de retenção para atender a drenagem”, afirma o engenheiro e fiscal responsável pela obra, Diorgenes Ditrich.

Além da economia que o projeto em si oferece para o município, há um trabalho técnico, que traz melhorias que são realizados em locais estipulados, concentrando o serviço nas comunidades contempladas no cronograma. Sendo uma obra com maior durabilidade e conservação de recursos naturais.   

Ambos os projetos fornecem melhorias no acesso as propriedades rurais, o que resulta em maior quantidade e qualidade dos produtos coletados, desenvolvendo a economia do município. “É fator de desenvolvimento rural, sendo que o crescimento da produção agropecuária e a fixação do homem no meio rural dependem das condições de transporte de insumos e do produto obtido com seu trabalho. Contribui significativamente também o acesso a serviços de saúde, educação, lazer. É um fator que garante a cidadania ao homem rural”, explica o Secretário de Agricultura, Pedro Stanislau dos Santos.

                Em Fernandes Pinheiro, desde 2017, as obras já foram executadas nas localidades de Angaí, Borges, Santa Luzia, Santo Antônio, Assungui, Bituva dos Lopes, Bituva das Campinas e Bituva dos Machados.

 

PROGRAMA PATRULHA RURAL

Desenvolvido pelo Governo do Estado do Paraná através da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), e na região Centro-Sul o projeto é aplicado através Associação dos Municípios da Região Centro Sul do Estado do Paraná (AMCESPAR) e da Consórcio Intermunicipal da Região da Amcespar (CONDER). O programa está em vigor no Estado desde outubro de 2017, e atua até hoje, com o objetivo de apoiar os municípios na recuperação do acesso as localidades do interior.

O Paraná tem estradas rurais extensas, esse projeto facilita aos gestores municipais a recuperação desses trechos, principalmente de pequenas cidades. A Patrulha Rural prevê obras de manutenção, melhorias e adequação das estradas do sistema viário rural, como abertura de estradas, cascalhamento, limpeza das laterais de estradas, drenagem, elevação de leito, diminuição de declividade, recuperação, entre outros. 

“No projeto é feita a análise para ver quais as necessidades de cada localidade, dependendo, essas necessidades são contempladas”, explica Ditrich. O responsável pela obra traz alguns exemplos: “Alargamentos com bueiros, que são importantes para diminuir o fluxo de água na via, o abaulamento, o sargetamento também são importantes, além da espessura e qualidade do cascalho. É um conjunto de projetos fiscalizados pela SEAB e que faz a diferença”, esclarece.

Através deste programa também é ofertado equipamentos como caminhão comboio para abastecimento de engraxamento, caminhões basculantes, escavadeira hidráulica, trator esteira, retroescavadeira, rolo compactador e motoniveladora. Dentro do Programa Patrulha Rural, cada localidade é contemplada com óleo diesel. A SEAB fornece cerca de 32 mil litros, cota calculada pela quilometragem conforme o projeto de cada cidade.

O resultado dos serviços nas cidades da região faz com que a busca pela Patrulha Rural aumente. “A gente tem visto que outros municípios já oficializam para participar, ainda mais agora com o óleo diesel que é um atrativo a mais, então há interesse. Isso demonstra que é um trabalho bem feito, de qualidade e fica um modelo atrativo para os municípios que queiram participar”, afirma o fiscal da obra. O projeto é um apoio para os municípios e contribui para a melhorias das comunidades, aperfeiçoando qualidade e aumentando a qualidade dos produtos extraídos da área rural.