Terá Auxílio Emergencial em dezembro de 2021?

Confira o andamento

Rosangela Quinelato 

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, já divulgou o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil, benefício que irá substituir o Bolsa Família, do mês de dezembro de 2021.

Ao todo serão 14,5 milhões de famílias atendidas. Os pagamentos começaram no dia 17 de novembro. Foram utilizados os mesmos cadastros dos beneficiários do Bolsa Família. Dessa forma, em princípio não haverá mais pagamento a todos que estavam inscritos no Auxílio Emergencial, ou seja, não teria auxílio emergencial em dezembro de 2021. No entanto, o presidente Jair Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto de lei para a abertura de crédito especial de R$ 2,8 bilhões.

O presidente da Caixa informou que no aplicativo Caixa Tem poderão ser consultadas informações sobre o benefício, como saldo e pagamento de parcelas.

No novo aplicativo Auxílio Brasil, que já substitui o do Bolsa Família, também é possível consultar informações sobre o benefício, como calendário de pagamentos e saldo disponível.

O beneficiário também pode ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, para saber se tem direito ao Auxílio Brasil e o valor que será pago.

Guimarães anunciou ainda o calendário de pagamentos de novembro e dezembro. O Auxílio Brasil manteve as datas de depósitos do Bolsa Família, que funcionam de acordo com o fim do Número de Inscrição Social (NIS).

Guimarães confirmou ainda que todos os meses o Ministério da Cidadania vai selecionar novos beneficiários para o Auxílio Brasil. O fato de a família estar inscrita no Cadastro Único, com dados atualizados e elegíveis, não resulta na imediata concessão do Auxílio Brasil. A família estará numa lista reserva, que será executada à medida que o governo tenha recursos no orçamento.

Quem vai receber?

  • Se já tinha o Bolsa Família: Auxílio Brasil será pago automaticamente
  • Se está no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família: vai para a lista de reserva
  • Se não está no CadÚnico: é preciso buscar um Cras para registro, sem garantia de receber

Como será o pagamento?

Os cartões e senhas utilizados para saque do Bolsa Família continuarão válidos e poderão ser utilizados para o recebimento do Auxílio Brasil, informou a Caixa.

De acordo com a Caixa, as famílias que recebem o Bolsa Família pelo aplicativo Caixa TEM, em conta Poupança Digital, receberão o Auxílio Brasil na mesma modalidade de pagamento e poderão continuar movimentando seu benefício pelo aplicativo.

A Caixa informou ainda que os canais para saque dos benefícios e consulta de informações permanecem os mesmos: aplicativo Caixa TEM, terminais de autoatendimento, lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, além das agências da Caixa, que voltam ao horário normal de funcionamento no dia 23 de novembro.

Também será lançado um aplicativo chamado Auxílio Brasil, que substituirá o aplicativo Bolsa Família.

Qual será o valor do benefício?

O valor médio do benefício foi de R$ 224 em novembro. Segundo o governo, o valor representa um aumento de 17,84% no tíquete médio pago até então no Bolsa Família (R$ 190).

“O reajuste dos benefícios básicos é permanente e será incorporado ao programa em caráter definitivo”, informou o Ministério da Cidadania.

E o valor mínimo de R$ 400 prometido pelo governo?

Em dezembro, os pagamentos começam no dia 10 e o governo pretende pagar os R$ 400 mensais aos beneficiários após aprovação da PEC dos precatórios.

Em nota, o Ministério da Cidadania disse que o valor mínimo de R$ 400 para cada família “deve ser viabilizado com a aprovação da PEC 23/2021 e será pago em dezembro, retroativo a novembro”, acrescentando que “esse valor complementar tem caráter temporário, até 31 de dezembro de 2022”.

Como saber se vou receber, e quanto?

Segundo o Ministério da Cidadania, a concessão e o valor do benefício poderão ser consultados ‘nos próximos dias’:

  • no antigo aplicativo do Bolsa Família;
  • ou pela Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania, pelo telefone 121.

Fonte: https://www.blogdovestibular.com/noticias/tera-auxilio-emergencial-em-dezembro-de-2021-confira-o-andamento.html