1º Encontro Cultural de Veículos Antigos reune 300 carros em Irati

O evento aconteceu no domingo (07), no Parque Aquático de Irati

Secom e Esther Kremer

A Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico e Legado Étnico de Irati, promoveu, no domingo (07), o 1º Encontro Cultural de Veículos Antigos. O evento, que aconteceu no Parque Aquático, reuniu amantes e colecionadores de veículos antigos, com a participação de cerca de 300 exemplares de automóveis, tratores, caminhões, motos e bicicleta de vários lugares do Paraná.
Este foi o primeiro evento da categoria, realizado em parceria entre a Secretaria de Cultura e os grupos de carros antigos de Irati. Com as inscrições, mais de 400 kg de ração animal foram arrecadados, sendo destinados à ONG SOS Amigo Bicho.
Juntamente ao Encontro, aconteceu o 3º Tweed Ride Irati, em parceria com a loja Piru Bikes, que reuniu vários amantes de bicicletas antigas da cidade, que fizeram um passeio, pela manhã, da Casa da Cultura até o Parque Aquático.
Todo o evento, que também contou com apresentações musicais de artistas da cidade, foi transmitido, ao vivo, pelas redes sociais da Prefeitura e da Secretaria de Cultura.
O prefeito de Irati, Jorge Derbli, prestigiou o evento, e deixou seus carros para exposição. Ele comentou sobre o sucesso do Encontro. “O número de veículos que apareceram no evento, nos surpreendeu muito, é o primeiro encontro. No próximo ano, vamos colocar mais diversidade, pensamos em fazer no CTG, onde o espaço é maior e a população pode passar o domingo, se divertir com a família, com certeza será muito maior do que este”.
O secretário de Cultura de Irati, Alfredo Van der Neut, explica que já existiam grupos de veículos antigos na cidade e, em parceria com a prefeitura, foi realizado o encontro oficial. “Ficamos felizes em ultrapassar nossas expectativas, diversos carros vieram de fora para participar e todos gostaram do evento. Será algo que vai marcar nossa cidade e esperamos que tenha uma sequência”, disse o secretário.
Um dos participantes do evento, Marcos Lapuinka, é proprietário de uma Kombi, modelo 1967, que foi reformada há sete meses. Ele transformou o interior do veículo em uma pequena sala de estar. Lapuinka explica que comprou o veículo há três anos, mas decidiu reformar completamente e dar outra cara ao modelo, gastando em torno de R$ 80 mil. “Foi um bom dinheiro investido e valeu muito a pena. Agora, eu trabalho mobiliando Kombi e vendendo, este ano consegui vender cinco veículos, a última que eu fiz foi para a Bélgica”, finalizou o proprietário.