Agroveterinárias de Irati são fechadas pela Guarda Municipal

Estabelecimentos podem funcionar apenas na modalidade delivery, pois não são considerados essenciais no novo decreto

Nesta quinta (20), dia em que entrou em vigor o novo decreto da Prefeitura de Irati, a Guarda Municipal esteve nas agroveterinárias que estavam abertas e solicitou o fechamento, e que funcionassem apenas no delivery, conforme o documento.

Na terça-feira (18), a Prefeitura divulgou uma nota sobre as novas medidas, e nela constava que estes estabelecimentos poderiam funcionar. Porém no decreto, que só foi liberado na quarta (19), determinava apenas serviços médicos veterinários.

De acordo com a procuradora do município, Carla Queiroz, houve um equívoco na informação repassada pela Secretaria de Comunicação à imprensa e aos moradores. Mas ela enfatiza que foi informado que o decreto seria liberado no outro dia e que o que vale é o documento oficial. Desta forma, é preciso cumprir a regra.

Os serviços essenciais que podem abrir enquanto estiver em vigência o decreto são:

  • Setor industrial e obras de construção civil;
  • Mercearias, minimercados, mercados, supermercados, panificadoras e açougues;
  • Farmácias;
  • Postos de combustíveis, com exceção loja de conveniência;
  • Distribuidora de gás;
  • Agencias bancárias e lotéricas;
  • Serviços de registro civil;
  • Serviços médicos veterinários.

As demais atividades podem funcionar apenas na modalidade delivery, com as portas fechadas, de segunda a sábado.