Aluno do Colégio Trajano Grácia representa o Paraná no CPA

Comitê de Participação de Adolescentes (CPA) é responsável por sugerir e discutir propostas de políticas públicas para a efetivação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Raul Zainedin da Rocha é aluno do Colégio Estadual Trajano Grácia de Irati, e foi eleito delegado para representar o Paraná no Comitê de Participação de Adolescentes (CPA), do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA). A conferência aconteceu de maneira remora entre os dias 26 de novembro a 10 de dezembro. A posse dura dois anos e quando a pandemia acabar as reuniões serão em Brasília, serão sugeridas e discutidas propostas de políticas públicas para a efetivação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

O CPA formado por 47 adolescentes escolhidos no âmbito dos espaços de participação de adolescentes nos Conselhos Estaduais dos Direitos da Criança e do Adolescente, de grupos sociais diversos e por meio do ambiente virtual de participação.

A participação de Raul inciou na Conferência Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente de Irati, em 2018, quem participava das prés-conferências era um aluno do Grêmio Estudantil do mesmo colégio, mas como acabaou tendo problemas de saúde, quem assumiu foi Raul. Ele se candidatou e foi eleito delegado para representar o município, na Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e graças ao bom desempenho passou a representar o estado no CPA.

Para ser eleito, as etapas municipal, estadual e nacional são parecidas, os candidatos precisam convencer as pessoas que participam da conferência com o discurso e as propostas, apresentar os motivos pelos quais sente-se capaz de representar a comunidade. A votação acontece por meio de crachás levantados, assim, o aluno com mais crachás vence.

Raul tem 13 anos e está no 8º ano. Ele sempre teve interesse em ajudar a levar a informação dos direitos da criança e do adolescente, para que todos conheçam as leis que os defendem. “É para todas as crianças e adolescentes saberem dos seus direitos, pois a maioria não conhece nem o ECA. Quero que conheçam, principalmente, o direito de não sofrer nenhum tipo de violência, seja física, sexual, ou psicológica, e também os direitos de ter acesso à educação, saúde, acho que elas devem saber de todos estes direitos”, informa Raul.

A coordenadora do colégio é também mãe de Raul, Lilian Zainedin, e conta que o filho sempre se destacou nas atividades e desafios proporcionados pela escola. “Ele teve uma excelente participação na Câmara Mirim quando estudava no município, com apoio de vários vereadores, que viram o seu potencial. Enquanto mãe e família toda sempre apoiamos e ficamos felizes cada vez mais”.

O diretor do colégio Trajano Grácia, Carlos Gutervil, relata que a eescola sempre incentiva os alunos buscando parceria com a família. “O ponto principal é a participação ativa da família na vida do aluno. Para nossos alunos quero deixar como mensagem é que busquem de maneira particular, algo a mais para si, considerando tudo o que o colégio incentiva e trabalha. O protagonismo de cada um parte de sua vontade própria e do incentivo da família”, disse o diretor.