Calçadão em frente ao Santuário Nossa Senhora das Graças é iniciado em Prudentópolis

investimento para a obra é de R$172.306,52 oriundos de recursos próprios da administração municipal

Recentemente, foram iniciadas em Prudentópolis as obras do calçadão em frente ao Santuário Nossa Senhora das Graças, na Rua Cândido de Abreu, ao todo o espaço terá 551m² e serão feitos no local serviços de calçamento, elétricos e drenagem. O investimento para a obra é de R$172.306,52 oriundos de recursos próprios da administração municipal.

A obra já era uma solicitação antiga da comunidade e da paróquia. “Há muito movimento aqui em frente e o trânsito por aqui é muito complicado. Agora vai melhorar, pois haverá uma só passagem e isso traz mais segurança a todos”, conta o Padre do Santuário Nossa Senhora das Graças, Thiago Zella Hoffmann. A previsão é que os serviços sejam concluídos até o início de 2021.

SANTUÁRIO NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

Construída na década de 1950, com seu estilo gótico, possui no seu interior um altar-mor, ricamente trabalhado em mármore que abriga uma imagem de Nossa Senhora das Graças, esculpida, especialmente, para este templo. O que se destacam também são seus vitrais com as imagens de Nossa Senhora do Rosário e da Sagrada Família Durante muitos anos, as novenas eram realizadas dentro da Igreja que ficava lotada de fiéis que chegavam de todas as comunidades do município. A liturgia e os cantos em louvor ao padroeiro eram animados pelos grupos das comunidades do interior que participavam com oração e cantos sempre com a exímia execução de peças sinfônicas usando os mais variados instrumentos musicais. O acordeom tornou-se um dos instrumentos tradicionais na região e, nas celebrações religiosas, não foi diferente. Devido às raízes europeias do povo, o som da sanfona, instrumento musical muito popular naquela região, foi facilmente incorporado em Prudentópolis, já com a adesão de novos ritmos e arranjos brasileiros.

As barraquinhas com vendas dos produtos típicos eram instaladas no pavilhão e ao redor da Igreja. No início, estas eram construídas de madeira, de forma improvisada. Com o passar do tempo, foi adotada a estrutura de metal para a montagem das mesmas com cobertura de lona ou tecido de seda. Esta mudança tinha o propósito de oferecer maior conforto e segurança tanto para os vendedores quanto para os visitantes.