Com Derbli internado, Ieda assumirá a Prefeitura

Posse está marcada para dia 30, às 9h

Com a internação do prefeito Jorge Derbli (PSDB), devido à Covid 19, o médico intensivista afirmou que o prefeito reeleito não terá alta para participar da solenidade de posse e transmissão de cargo. O prefeito está internado na Santa Casa de Irati, encontra-se estável. A primeira dama Maria de Fátima Derbli, e o secretário de Obras Wilson Pedroso (Buzina), também estão internados na ala Covid, mas todos estão bem. A vice-prefeita eleita, Ieda Waydzik será empossada e comandará Irati nos primeiros meses de 2021.

A posse dos vereadores, do prefeito Jorge Derbli, e da vice, Ieda Waydzik, para o mandato 2021-2024 está marcada para o próximo dia 30, às 9h. A solenidade não será aberta à população em respeito as medidas restritivas de distanciamento social para evitar a propagação do coronavírus, mas será transmitira ao vivo pelo site da instituição www.irati.pr.leg.br – através do link “Sessão ao Vivo”. Será permitida a presença de apenas um representante de cada veículo de comunicação. Após a posse será eleito o presidente da Câmara.

Derbli e Ieda foram eleitos no último dia 15 de novembro com 14.975 votos, correspondendo a 46,28% do eleitorado. Já na diplomação, o prefeito Jorge Derbli estava internado e foi a vice Ieda que foi buscar os diplomas.

Segundo o médico intensivista que é responsável pela ala do Convid na Santa Casa de Irati, João Henrique S. Duarte, o quadro clínico do prefeito é estável, mas requer cuidados. “Ele respira com auxílio do oxigênio e mesmo que o prefeito tenha alta da Santa Casa ele não receberá alta para participar do evento de posse”, disse o médico. João Henrique ainda explicou, por telefone, que Derbli ainda deverá se recuperar pelo período de um mês ou mais após a alta. Mesmo estando em condição estável, Derbli faz uso de oxigênio, mas mantém saturação boa, conforme o boletim médico da Santa Casa de Irati do dia 21.

Diante deste quadro clínico do prefeito, algumas mudanças estão previstas. Informações vindas da equipe que está organizando a transmissão de cargo, já consideram que o prefeito Jorge Derbli não participar da posse presencialmente, devido à ordem médica. Por esta precaução com sua recuperação a vice Ieda deverá assumir a administração do município nestes primeiros dias da administração até que o prefeito se recupere e tenha condição de voltar ao cargo. A vice Ieda Waydzik será empossada presencialmente. Será ela que dará os primeiros comandos na nova administração. Como Jorge não terá alta médica devido à declaração do médico, e deverá estar em recuperação, Ieda deverá assumir o município e será a prefeita em exercício. Ainda detalhes do rito estão sendo estudados para que se cumpra a posse e transmissão de cargo.

Antes ainda de ter recebido o resultado do exame, o prefeito fez uma reunião e anunciou a exoneração de todos os secretários e todos os comissionados com efeito para o dia 31 de dezembro. Como será uma nova gestão, Derbli fez questão de exonerar todos os cargos para ter autonomia e liberdade de nomear novos nomes, ou inclusive, de manter os que tiver vontade. Como ele não participará da posse, uma equipe mínima deverá ser nomeada para dar andamento nas Secretarias até que ele se reestabeleça. Jurídico, Finanças, Administração, Educação e Saúde deverão ser as pastas que terão nomeações imediatas, devido à sua relevância administrativa.