Curso de Agronomia é ofertado pela primeira vez em Irati pelo IFPR

No último mês saiu o resultado do processo seletivo do Instituto Federal do Paraná (IFPR), em Irati, para quatro modalidades. O curso de Bacharelado em Agronomia foi o mais procurado na população universitária. Este é o primeiro curso nessa modalidade na região. Os 40 estudantes começam a partir do próximo ano na instituição, que terá duração de quatro anos.

No último mês saiu o resultado do processo seletivo do Instituto Federal do Paraná (IFPR), em Irati, para quatro modalidades. O curso de Bacharelado em Agronomia foi o mais procurado na população universitária. Este é o primeiro curso nessa modalidade na região. Os 40 estudantes começam a partir do próximo ano na instituição, que terá duração de quatro anos. O curso terá ênfase em agroecologia, mantendo a cultura regional. Esse primeiro curso na região vem de encontro com a grande área rural nos municípios. Fazendo com que os alunos que procuram esse tipo de curso não precisem se descolar até outras cidades do estado.  De acordo com a diretora geral do campus Irati, Ana Cláudia Radis, o curso teve 235 inscritos. Para ela, essa modalidade já era aguardada pela população. Essa procura responde a uma demanda municipal dos estudantes que buscam este curso em outras localidades e também atende o mercado de trabalho, que busca um profissional com um olhar voltado à sustentabilidade, disse a diretora. Ana explica que a região apresenta um arranjo produtivo voltado à agricultura. O Centro-Sul do Paraná tem uma população rural muito grande, por isso a procura é maior. O curso poderá ajudar a desenvolver e trará benefícios a essas famílias. A escolha dele para a região foi pensada na falta de opções em locais próximos para os estudantes nessas modalidades. Para o coordenador e professor, João Dremiski, esse primeiro ano será um caminho novo para a instituição em Irati, mas a expectativa é grande. Com a equipe de docentes que temos, todos mestres e doutores, assim como a experiência que já temos com o curso técnico em Agroecologia, nos possibilita superar os desafios e oferecer um curso que integre a teoria e a prática e, colha o reconhecimento da nossa sociedade, disse.

O CURSO Segundo a coordenação, o novo curso do IFPR terá uma temática voltada para a agricultura familiar e sustentável, e serão respeitadas as bases do desenvolvimento regional, proporcionando a inclusão social e riqueza cultural. Também dará ênfase na produção de alimentos saudáveis, abordando tudo que envolva a produção sustentável e diversificada. O campus também fez uma parceria com o IAPAR, através da Unidade Experimental de Irati, onde serão realizadas as aulas práticas, e também serão acompanhadas as atividades daquela instituição. Outra parceria feita foi com a UNICENTRO e Embrata para ações conjuntas, além da Emater e prefeituras da região. Também tem o apoio de famílias de agricultores, onde utilizaram suas propriedades como espaço de ensino, pesquisa e inovação.

MERCADO Para Dreminski, o curso de bacharel em Agronomia da instituição dará ao aluno muitas possibilidades para o mercado de trabalho. O profissional poderá atuar em organizações regionais, ocupação do espaço rural, produção animal ou vegetal, transformação, comercialização e serviços e atividades de planejamento rural. Também terá opções no desenvolvimento rural na área da educação, inovação, pesquisa de mercado, tecnologia, produção de insumos e prestação de serviços. Na produção animal, poderá contribuir com a produção dos rebanhos, prezando bem-estar animal. Na produção vegetal poderá se envolver em todas as etapas, da pesquisa de insumos ao beneficiamento final. Junto aos agricultores, sempre harmonizando a produção com sustentabilidade e pautado nos princípios da agroecologia, enfatiza o professor. Segundo ele, as transformações impostas à agricultura e ao espaço rural no Brasil nos últimos anos traduziram-se numa intensa modernização produtiva onde é imperativo o respeito ao meio ambiente e a sustentabilidade bem como a necessidade de formação profissional. Apesar do grande êxodo rural por qual passa a nossa região, muitos se interessam pelo mundo rural e por conta disso tanto estudantes do meio rural como urbano procuraram fazer o processo seletivo, comenta.

IMPLANTAÇÃO DO CURSO A implantação do curso de Agronomia no IFPR já é uma antiga reivindicação da instituição, segundo a diretora geral. Foram feitas pesquisas, audiências públicas e vista a necessidade regional. Com base nisso, o IFPR conseguiu implantar esse curso para começar no próximo ano. Com a verticalização do ensino e as estruturas já existentes no Campus, a equipe tem condições de atuar no curso de Agronomia e atender essa demanda já posta pela sociedade. É importante destacar que IFPR Campus Irati contou com o apoio da Reitoria, da prefeitura municipal e do IAPAR, para a consolidação da proposta de abertura do curso de Agronomia, conclui a diretora.