Derbli cria Secretarias de “Defesa Animal” e “Habitação” para Irati

Mudanças entrarão em vigor em breve e nomes para assumir a responsabilidade estão sendo analisados

Amanda Borges

Na terça-feira (22), em primeira votação, a Câmara de Vereadores de Irati aprovou a liberação de verba para a criação de duas novas secretarias para o município: Habitação e Defesa Animal. Ambas receberão o valor inicial de R$ 336 mil para investimentos e Jorge Derbli, prefeito da cidade, ainda está avaliando os possíveis nomes que ficarão à frente das novas Secretarias.

De acordo com Derbli, o motivo por trás da reorganização administrativa provém da dificuldade financeira em destinar fundos especificamente para essas duas esferas. Ele explica que a gestão está preocupada com os problemas destes setores, mas que faltavam recursos para desenvolver as soluções para essas questões. “Foi necessário a criação de algumas Secretarias para a gente ter uma linha de financiamento de recursos, através do Governo do Estado e do Governo Federal”.

Com relação a Secretaria de Habitação, anteriormente, a pasta era vinculada à Secretaria de Planejamento e Coordenação. “Nós temos em Irati hoje, aproximadamente, 4.000 lotes a venda, e nós temos aproximadamente, 4.000 famílias precisando de casas para morar. Só que são famílias de poder aquisitivo baixo, que não conseguem nem comprar esses lotes, quem dirá fazer uma casa”, explica Derbli. Ainda, por meio da Secretaria de Habitação, a Prefeitura tem o objetivo de viabilizar e impulsionar os projetos sociais de construção de casas populares. “Nós já temos um projeto de R$ 3 milhões e iremos construir 100 casas, pelo financiamento da Caixa”.

A respeito da Secretaria de Defesa Animal, Jorge explica que a ideia é que o futuro secretário ou secretária atue juntamente com a ONG Amigo Bicho. Atualmente, a ONG abriga cerca de 150 cachorros em um local improvisado, essa situação deverá mudar em breve. Derbli autorizou a doação de um terreno municipal para ONG e se comprometeu com a disponibilização de recursos para construção de um Canil Municipal, espaço adequado para receber esses animais.

Além disso, a Secretaria terá como função o desenvolvimento de programas para amenizar os graves problemas relacionados ao abandono de animais no município, especialmente de cães e gatos. Por isso, além do abrigo no canil, Derbli compartilha que estão em mente projetos para ampliar as castrações públicas e de atendimentos veterinários. “Essa Secretaria é muito importante porque hoje nós temos uma situação de inúmeros animais soltos pelas ruas, alguns doentes”.

Os projetos das Secretarias seguirão tramitando, ainda passarão por mais uma votação e, se forem aprovados oficialmente, entrarão em vigor em breve. Além disso, com relação a escolha de nomes para assumir as Secretarias, Derbli garante que serão escolhidas pessoas competentes. “Queremos pessoas que tenham bastante qualificação, para atender a Secretaria e fazer a coisa funcionar”.