Grupo Mule’k de Rio Azul se apresenta no maior festival de dança do mundo

Os dançarinos se apresentaram no 39° Festival de Dança de Joinville, entre os dias 22 e 24 de julho

Karina Ludvichak

Entre os dias 22 e 24 de julho, o Grupo Mule’k de Rio Azul participou do 39º Festival de Dança de Joinville, em Santa Catarina, considerado o maior festival de dança do mundo, apresentando suas coreografias em diversos palcos da cidade, e em Araquari, cidade vizinha. O evento teve início no dia 19 de julho, e foi encerrado no último sábado (30). Este ano, o grupo foi selecionado nas três categorias inscritas. Ao todo, participaram do festival 32 integrantes do Grupo Mule’k.

Aline Fernanda Alves de Oliveira, que atualmente é a professora responsável pelo grupo e coreógrafa, conta que a elaboração da coreografia acontece já no início do ano, pois exige estudo do tema escolhido como músicas, figurino, acessórios e mais. “Os ensaios iniciam meses antes da data limite de envio do vídeo. O resultado sai geralmente 60 dias antes do festival, e nesse período nos organizamos com toda a dinâmica que a viagem exige: transporte, alojamento e alimentação”, diz.

Este ano o grupo foi selecionado nas três categorias inscritas, e os dançarinos escolhidos de acordo com a faixa etária. A coreografia Festa do Pijama, categoria infantil, contou com 14 integrantes. Para a categoria júnior, com 10 integrantes, foi realizada a coreografia Agro Party. E na categoria sênior, a coreografia As Caça Fantasmas, com 8 participantes.

A professora explica como foi feita a divisão de categorias e organização das danças para a 39ª edição do festival. “O grupo se inscreve na atividade Palcos Abertos, levar a dança a toda a comunidade que funciona da seguinte forma: selecionamos os dançarinos de acordo com a faixa etária, e gravamos um vídeo da coreografia proposta para enviar ao Festival”, concluí.

O grupo Mule’k participou pela primeira vez do festival no ano de 2003, e Aline, hoje responsável pelo grupo, foi integrante da primeira turma, em 1999, e afirma que o Mule’k tem como objetivo participar todos os anos do evento, tendo em vista que este é considerado o maior festival de dança do mundo.

Os jurados avaliam os vídeos enviados do grupo inscrito, onde, a coreografia deve corresponder às especificações descritas na inscrição, tais como, categoria, gênero, subgênero e tema correspondente ao trabalho elaborado. Também é avaliado ritmo, sincronia, e expressão corporal.  Durante a viagem, Aline explica que contaram com o apoio de seis mães de alunos, que auxiliaram o grupo em todos os quesitos.

“É fundamental a participação dos familiares dos alunos, além de toda ajuda prestada, nos passa confiança e motivação em nosso trabalho. Todo o agradecimento aos familiares dos alunos que nos confiam seus filhos nesses dias de festival, e que bem antes da data já se empenham em toda organização que precisa para que o grupo explane com louvor todo o trabalho que fazemos aqui. Estendo também o nosso muito obrigado a Secretaria de Cultura que não mede esforços para que a arte da dança seja enaltecida e bem aproveitada por seus alunos e espectadores. Sem esse apoio mencionado acima todo esse sucesso que o grupo vem conquistando não seria possível”, agradece a professora pelo apoio.

O FESTIVAL

No ano de 2005, o Festival de Dança de Joinville foi reconhecido pelo livro dos recordes (Guinness Book) como o maior festival de dança do mundo, que, na época, contou com a participação de 4.500 dançarinos. O festival continua batendo seus próprios recordes, este ano, o evento contou com a participação de 10 mil dançarinos, sendo mais de 4 mil coreografias inscritas por grupos de dança de 23 estados do Brasil e também do exterior. O público pode acompanhar as apresentações gratuitamente, em 11 palcos diferentes.