Prudentópolis recebe EPIs e álcool-gel doados pela Unicentro

Ação busca fortalecer os laços com município contribuindo com a saúde neste período de pandemia

O reitor e o vice-reitor da Unicentro, professores Fábio Hernandes e Ademir Fanfa Ribas, respectivamente, estiveram na manhã de terça-feira (05), na Prefeitura de Prudentópolis. “A nossa ideia foi – além de vir aqui junto com a Prefeitura, estreitar os laços que nós já temos com o ensino superior, haja vista que aqui nós temos o nosso campus avançado – é também contribuir um pouco com a nossa unidade de Prudentópolis, trazendo alguns materiais necessários para o combate ao coronavírus produzidos pela nossa universidade ou que nós conseguimos por meio de doação”, explica o reitor da universidade.

Fábio e Ademir foram recebidos pelo prefeito Adelmo Luiz Klosowski e pelo secretário municipal de Saúde, Marcelo Hohl Mazurechen, e estavam acompanhados pelo diretor da unidade avançada de Prudentópolis, professor Edson Macohon, e pelo diretor da Central de Relacionamentos Institucionais da Unicentro (Crie), o docente Marcio Fernandes.

Na visita, assim como ocorreu na última semana nos municípios de Chopinzinho e Coronel Vivida, a Unicentro repassou materiais que podem ajudar na prevenção e no combate ao coronavírus. Foram entregues 1.500 máscaras cirúrgicas, oriundas de um lote que a Unicentro recebeu da Receita Federal; 10 escudos faciais produzidos pela Unicentro e pelo Mutirão Tec do Bem, em Guarapuava; e 70 tubos de álcool-gel, produzido nos laboratórios da universidade a partir de material doado pela Receita Federal.

“Temos aí uma dificuldade de falta desses produtos no mercado. Então, é uma doação que vem numa hora de grande valia para o município, para os profissionais de saúde que estarão recebendo esses equipamentos de proteção individual que eles trouxeram, máscara cirúrgica e protetor facial. Só temos a expressar mesmo ao pessoal da Unicentro a nossa imensa gratidão enquanto município”, discorre o secretário Marcelo Mazurechen.

Para o vice-reitor da universidade, professor Ademir Fanfa Ribas, “isso demonstra a parceria da Unicentro com as cidades vizinhas, na ideia da democratização do ensino superior, da participação da comunidade, de viver a sociedade de uma forma mais efetiva, e fazendo todo o possível para poder ajudar e, quem sabe, minimizar as causas e os problemas dessa grave crise que vivemos hoje em função do Covid-19”.