Sandro Alex garante que vai compensar emenda perdida por Santa Casa de Prudentópolis

Hospital perdeu repasse de verbas no valor de R$ 750 mil

Karina Ludvichak

O deputado federal Sandro Alex (PSD) garantiu que irá repor o valor de R$ 750 mil perdido pelo Hospital Santa Casa de Prudentópolis, que eram para a implantação de UTIs. Alex, autor da emenda, comenta sobre a importância de manter o investimento na saúde, devido à necessidade da população.

Segundo o deputado, a emenda foi perdida porque os dados necessários não foram cadastrados em tempo hábil para ser liberado em 2021, mas que apesar do contratempo entende que a falta deste recurso prejudicaria a população, assegurando fazer a reposição do recuso ainda este ano. Ele ainda diz que é preciso agilidade, pois é ano eleitoral e as regras e datas têm legislação diferenciada para autorizar o trâmite do recurso. “Antes ou depois do período eleitoral. Acontecerá ainda este ano. Não cabe julgar os motivos que o recurso foi perdido. Cabe, sim, colocá-lo novamente para que a população não seja prejudicada”, comenta.

“Prudentópolis esperava e se sente mais segura com a implantação da UTI” – Deputado Sandro Alex

O secretário da Saúde de Prudentópolis, Marcelo Mazurechen, por meio das redes sociais, esclareceu que a Prefeitura não teve envolvimento com a perda do repasse da verba, que seria destinada para a construção de novos leitos de UTI. E explicou, ainda, como funciona a gestão dos hospitais. “Primeiramente, cabe dizer que o município, dentro de seu território, possui dois hospitais e que estes são instituições filantrópicas, credenciadas ao SUS, através do Estado, e que ambas recebem recursos estaduais e federais de variais formas, e uma delas é o repasse através dos deputados”.

O secretário diz ainda que a gestão dos dois hospitais não pertence ao município, e que cada um possui os próprios responsáveis e própria equipe. Assim, quem faz a captação desses recursos e a prestação de conta é a equipe gestora de cada um deles.

Nota do Hospital

Em nota, o Hospital Santa Casa de Prudentópolis confirma ter perdido o repasse de verbas destinada aos novos leitos de UTIs. “Ocorre que houve uma exigência feita pelo Ministério da Saúde exatamente no dia 23/12/2021, contudo, ao proceder a Santa Casa com o imediato cumprimento da dita exigência o sistema do mesmo Ministério da Saúde apontou, de forma surpreendente, que já se encontrava com o seu sistema fechado. Ou seja, apontou exigência em 23/12/2021, contudo não era passível de veiculação no sistema de seu cumprimento, pois estava fechado. Na pratica, a Instituição, assim como os recursos pretendidos, ficaram sem a possibilidade de apresentar no sistema do Ministério da Saúde as informações necessárias para garantir o empenho dentro de 2021, por uma questão eminentemente técnica do Ministério da Saúde”.