Atendimento pré-hospitalar é destacado em curso para socorristas bombeiros

Em aula virtual que marcou a aplicação de 50% do conteúdo do curso, secretário da Saúde e o comandante do CB falaram sobre a importância do atendimento feito pelo Siate. Participam 120 bombeiros que já atuam nos grupamentos de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel

Uma aula virtual, com a participação do secretário estadual da Saúde, Beto Preto, e do comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Gerson Gross, marcou nesta terça-feira (15) a aplicação de 50% do conteúdo programado para o Curso de Especialização para Socorrista. A partir de agora tem início um novo módulo.

O secretário da Saúde e o comandante do CB destacaram a importância do atendimento pré-hospitalar para o suporte à vida. “O objetivo deste curso é fortalecer a missão dos socorristas na atenção pré-hospitalar ao trauma. Reconhecemos que o trabalho do Siate simboliza o de um hospital sobre rodas e, por isso, nos unimos neste aprofundamento de conteúdo”, afirmou Beto Preto.

Ele explicou que que o atendimento pré-hospitalar realizado pelos socorristas consegue antecipar e antever diversos eventos relacionados ao trauma, ocorrências que acabam utilizando praticamente entre 40% a 50% dos leitos de emergências nos hospitais do Paraná.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Gerson Gross, 85% das ocorrências que fazem parte do rol estatístico do Corpo de Bombeiros do Paraná se referem à urgência e emergência e serviços pré-hospitalares.

“Precisamos cada vez mais fortalecer este nicho de atendimento e com isso prestarmos um serviço de excelência, seguro e aprimorado para a sociedade”, ressaltou.

A aula foi na sede do quartel do Comando do Corpo de Bombeiros, em Curitiba. O curso é desenvolvido pela Secretaria da Saúde, Coordenadoria Estadual do Siate e Centro de Ensino e Instrução da Secretaria estadual da Segurança Pública. 

CURSO – Participam do curso 120 bombeiros que já atuam nos grupamentos de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel. São 425 horas de curso. A realização é da Divisão de Atenção e Vigilância em Saúde da Secretaria e pela primeira vez acontece através da Escola de Saúde Pública do Paraná. As aulas começaram no mês passado e seguem até o próximo dia 30 de julho.

O curso tem aulas online e presenciais. “A capacitação promove uma verdadeira imersão na padronização dos protocolos atualizados de atendimento de urgência para vários tipos de traumas”, explicou o primeiro tenente Bruno Zírpoli de Mattos, coordenador do curso pelo Centro de Ensino e Instrução do Corpo de Bombeiros de Curitiba. “Só na disciplina de ressuscitação cardiopulmonar, por exemplo, temos 36 horas aulas, o que promoverá um grande aprofundamento no tema”.

“O módulo que teve início nesta terça-feira prevê orientações clínicas para diversas situações do trauma, com aulas no período da manhã e tarde, contando com a participação de socorristas das quatro macrorregiões do Estado”, informou a gerente de Atenção à Urgência da Secretaria da Saúde, Giovana Fratim.

PRESENÇAS – Também participaram da aula virtual o chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná, coronel Manoel Vasco de Figueiredo, e o coordenador estadual do Siate, major Marcos Adolpho Galeazzi, além dos comandantes dos grupamentos das regiões de Londrina, Maringá e Cascavel.