Consumo aumenta nos supermercados de Irati

Uma cena frenquente na capital do estado está sendo repetida em Irati nos últimos dias, com a chegada do novo

Uma cena frenquente na capital do estado está sendo repetida em Irati nos últimos dias, com a chegada do novo coronavírus no Brasil, e um caso suspeito no município, os iratienses resolveram se deslocar ao mercado para realizar compras em grandes quantidades. A Associação Paranaense de Supermercado (Apras) afirma que não há risco de desabastecimento.

De acordo com o sócio proprietário do Grupo Ivasko, Paulo Ivasko, sentiu um aumento na quantidade de pessoas nos últimos dias, e os produtos que mais têm saído são de itens básicos, de higiene pessoal e de limpeza.

Em outro mercado, a proprietária, Inez Cavalin Bora, conta que as pessoas estão comprando em massa, e aumenta a quantidade de indivíduos a cada dia. Não há um limite de compras, por isso, é possível adquirir qualquer quantidade. Porém, na tarde de quarta-feira (18), a Apras emitiu um comunicado que é possível limitar a compra de alguns produtos, por causa deste grande fluxo que vem acontecendo.

Ivasko acredita que isso é passageiro que aconteceu devido às informações sobre o novo coronavírus no Brasil. Ele destaca que, até agora, não há aumento no preço, e que isso é muito instável, sendo que há a lei de oferta e demanda e pode influenciar nos produtos. Se continuar neste ritmo alguns produtos podem faltar e terem uma demora para chegar novamente.

A Apras emitiu uma nota informando que, até o momento, não há risco de desabastecimento, pois os mercados trabalham com um estoque de 30 a 45 dias. Os estabelecimentos vão continuar funcionando normalmente.

Ivasko orienta a população a manter a cautela neste período. “Pedimos calma e tranquilidade porque o mercado é um bem essencial. Estamos preocupados com o bem das pessoas e precisamos estar todos juntos neste momento complicado”, enfatiza.

Não há motivos para a falta de produtos nos supermercados, segundo a Associação, que recomenda a população a não entrar em pânico, assim como, não há necessidade de estocar alimentos em suas residências. “A maior preocupação do setor no momento é com a saúde da população e a contenção do vírus”, afirma a nota da Apras.

 HORÁRIO DIFERENCIADO

Diante do cenário do Brasil em relação às prevenções, o Supermercado Ivasko, na Rua 19 de Dezembro, terá um horário diferenciado para os idosos. A partir desta quinta-feira (19), das 7h até as 8h fará o atendimento especial as pessoas da terceira idade.