Em visita a Irati, Deputada Leandre Dal Ponte fala das atuais discussões no Congresso Nacional

A Deputada Federal comentou sobre Reforma Tributária e do alinhamento do Governo Estadual a nova direção da Câmara de Deputados.

Na quinta-feira passada (04), a Deputada Federal Leandre Dal Ponte (PV), em visita a Irati, falou sobre as atuais discussões no Congresso Nacional, do alinhamento do Governo do Estado do Paraná com a nova direção da casa, – o deputado Arthur Lira (PP) foi eleito presidente da câmara no último dia 1º de fevereiro – que facilita em algumas discussões.

Um projeto não pode ser colocado duas vezes para votação no mesmo ano, portanto, esse alinhamento é importante. “Com esse alinhamento as pautas são bem vindas. De qualquer forma o debate vai existir, não vai ser diferente a forma de votação, o que muda é conseguir um consenso mais fácil para pautas mais polêmicas serem discutidas, mas isso não significa que na votação essas matérias vão passar”, explica Dal Ponte.

Para a Deputada, “estamos vivendo em uma Nova Era, a era do cuidado” e o foco da câmera é independente de interesses próprios ou do governo, deve-se pensar na população. No parlamento são pessoas que querem discutir os interesses nacionais.

REFORMA TRIBUTÁRIA

Assunto muito discutido nos últimos meses, a Reforma Tributária, quando realizada, pode aumentar ou diminuir a quantidade de impostos, tributos cobrados e volume financeiro arrecadado, visando estimular a atividade econômica e melhorar o sistema de arrecadação, reajustando o valor pago atualmente.

Diferente de uma reforma administrativa e das privatizações que tem muita resistência, a reforma tributária já tem um bom consenso. Para Leandre, essa reforma é prioridade “acredito que uma das reformas que ai ser discutida no congresso é a reforma tributária, e ela é urgente”, afirma.

 

As propostas podem ir para votação, tem como objetivo estimular a economia, tanto no incentivo para consumo, investimentos e novos empreendimentos, que refletem diretamente na geração de novos empregos, como para diminuir a burocracia, tornando o processo de arrecadação mais simples, além de tornar o sistema mais transparente.

Ao longo de 2020, segundo dados do Impostômetro, foram mais de R$ 1 trilhão em impostos arrecadados pelos brasileiros, ou seja, durante o ano passado, foram necessários mais de 150 dias de trabalho. Em Irati, foram arrecadados mais de R$ 144 milhões.

 

 

Legenda: Deputada Federal Leandre Dal Ponte visita Irati. (Foto: Diogo Bataglin)

 

"O parlamento é isso, é um lugar onde as pessoas querem discutir os interesses nacionais"