Novo reservatório em Irati amplia volume de reservação em 60%

A Sanepar concluiu em Irati a construção de um novo reservatório com capacidade para armazenar 1,6 milhão de litros de

A Sanepar concluiu em Irati a construção de um novo reservatório com capacidade para armazenar 1,6 milhão de litros de água tratada. Com isso, o volume total de reservação do sistema foi ampliado em 60%, o que deve contribuir para o abastecimento da cidade pelos próximos 30 anos.

O novo reservatório fica no bairro Fernando Gomes e abastece a região Sul do município, como os bairros Lagoa, Engenheiro Gutierrez, Riozinho, Vila Raquel, Jardim Aeroporto, Vila São João, Alto da Lagoa, Jardim Virgínia e parte dos bairros Stroparo e Fósforo.

O gerente de Projetos e Obras da Sanepar na região Sudeste, Joel Pires, destaca que o investimento da companhia nesta etapa de ampliação do sistema de abastecimento de Irati incluiu também a instalação de aproximadamente 12 quilômetros de redes de distribuição de água, seis novas estações elevatórias de água tratada, interligações, travessias e equipamentos operacionais para controle de pressão e vazão do sistema. Foram aplicados R$ 6,3 milhões.

“O investimento propicia melhor reservação e distribuição, gerando equilíbrio no sistema, além de melhorar a disponibilidade de água tratada na cidade de forma geral”, explica Pires.

 

O prefeito de Irati, Jorge Derbli, também falou sobre o novo reservatório, visto que no município, muitos moradores reclamavam de falta de água. “Esse novo bombeamento, com essa capacidade, já está programado para atender a falta de água, e o crescimento, que deve acontecer nessa região nos próximos 30 anos. É uma obra importante, visando o futuro. Por isso é importante essa parceria com o município e o Governo do Estado, com a Sanepar, porque nós precisamos atender as nossas comunidades em todas as áreas”, disse.

Além deste novo reservatório, segundo o prefeito, a Sanepar também realiza obras de esgoto, nos bairros Engenheiro Gutierrez e Tucholka, visado aumentar a quilometragem de esgoto tratado no município. Após a finalização, serão mais 12 quilômetros. “Temos 90% do esgoto tratado, agora que conseguimos mais esses 10 quilômetros estamos ampliando, trabalhando para que chegue próximo aos 100%, para que todo o morador receba a água tratada em casa”, completa Derbli.

TECNOLOGIA

O novo reservatório foi construído com chapas de aço vitrificado no lugar do tradicional concreto armado. A tecnologia que vem sendo adotada pela Sanepar em vários municípios oferece vantagens como menor prazo para instalação e maior facilidade de limpeza e manutenção, já que as placas reúnem a força e a flexibilidade do aço à resistência do vidro à corrosão.

 

MATÉRIA ATUALZIADA EM 28/06/2019