SUDIS: O NOVO SOCIAL NO PARANÁ

Criada em Maio de 2019 vinculada à Governadoria do Estado, ela promove a interação entre o Governo e Sociedade

Assessoria

O conceito de minoria social diz respeito, nas ciências sociais, a uma parcela da população que se encontra, de algum modo, marginalizada, ou seja, excluída do processo de socialização, são grupos que, em geral, são compostos por um número grande de pessoas (na maioria das vezes, são a maioria absoluta em números), mas que são excluídos por questões relativas à classe social, ao gênero, à orientação sexual, à origem étnica, ao porte de necessidades especiais, entre outras razões.

MINORIAS ETNICAS: indígenas, negros, ciganos,  quilombolas, povos e comunidades tradicionais, a população de baixa renda representa grande parte das minorias sociais.

São com essas chamadas “minorias sociais” que a Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social – SUDIS trabalha, criada em Maio de 2019 vinculada à Governadoria do Estado, ela promove a interação entre o Governo e Sociedade, assegurando aos movimentos sociais, organizações não governamentais (ONGs) e outros coletivos do terceiro setor, o diálogo com todos os órgãos da Administração Pública Estadual, Direta e Indireta, servindo como instância facilitadora e organizativa.

Comandada pelo sociologo e antropológo Mauro Rockenbach, a SUDIS é modelo único no país, e é a porta de entrada da sociedade civil no Governo do Estado, sempre com o foco nos principais pilares da gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior: Inovação, Infraestrutura e Diálogo Social.

ECONOMIA SOLIDÁRIA – Uma das ações da Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social, em andamento, é a  articulação de ações para fomentar, por meio de parcerias entre a sociedade civil e o poder público estadual, empreendimentos econômicos solidários, isto é, baseados em cooperação e solidariedade.

O objetivo é estimular empreendimentos de economia solidária, como cooperativas de catadores de papel e associações de artesanato, por exemplo.

A iniciativa tem como base a Lei número 19.784/18, da Política Estadual de Economia Solidária, que tem como finalidade organizar a produção de bens, serviços e consumo que tenham por base os princípios da cooperação, da inclusão social, da gestão democrática, da solidariedade, da distribuição equitativa das riquezas produzidas coletivamente, do desenvolvimento local integrado e sustentável, do respeito ao equilíbrio dos ecossistemas, da valorização do ser humano e do trabalho e o estabelecimento de relações igualitárias entre homens e mulheres.

MORADIA – Outra ação da Sudis é o Programa de Produção Social da Moradia NOSSO LAR PARANÁ, modalidade por autogestão. O programa está sendo desenvolvido em conjunto com a coordenação do Programa Nossa Gente Paraná, que reúne as secretarias da Justiça, Família e Trabalho; Planejamento e Projetos Estruturantes e do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, e a Cohapar).

Trata-se da construção de novas moradias destinada à população de baixa renda, por meio de soluções como a autogestão. Isso vai possibilitar o acesso a políticas públicas de educação social, geração de renda, autonomia das famílias, povos indígenas e comunidades tradicionais.