Prédio antigo de Teixeira Soares será restaurado para abrigar Câmara de Vereadores

Obra pertence ao município o que torna o investimento mais barato, sendo necessário apenas algumas melhorias
Esta é a imagem de como o prédio da Câmara ficará após a reforma (Foto: Reprodução)

O prédio onde funcionava a Secretaria de Educação do município de Teixeira Soares, será reformado e tem objetivo de disponibilizar o local para a Câmara de Vereadores, pois o espaço onde ela funciona atualmente é muito pequeno e desconfortável para realizar as atividades necessárias.

As características arquitetônicas da fachada serão mantidas, pois trata-se de uma obra antiga que representa a história do município. “Está sendo reformada a questão de acessibilidade do prédio, será colocada uma plataforma elevatória, uma escada interna, pois só tinha a escada externa. Com a reforma os banheiros ficarão mais acessíveis e adaptados para o público em geral”, explica secretária de Meio Ambiente, Patrícia Rodrigues de Almeida.

Neste prédio, onde será a Câmara Municipal, funcionava a Secretaria de Educação, que agora está no prédio da Obra Missionária. Durante esta semana, a obra está na fase de fundação, colocando os pilares, vigas, nos próximos dias está prevista a chegada da laje e para o próximo mês está prevista a troca de piso, conforme contou a secretária de Meio Ambiente que atua na engenharia também.

O vereador e presidente da Câmara, Emerson Vidal dos Santos, esclareceu a importância da Câmara Municipal ter um espaço maior e que esta conquista é cogitada há muitos anos. “A estrutura atual da Casa de Leis é muito antiga, apresenta problemas de infiltrações, não tem espaço para armazenar materiais físicos que nós temos”, disse.

Outro grande problema é o espaço que os seis funcionários efetivos usam, a sala tem cerca de 12 metros quadrados. Quando tem audiência pública no plenário, falta espaço, principalmente nos dias atuais, devido à pandemia da Covid-19 que não pode ter aglomeração de pessoas. “Tivemos que dividir os funcionários, metade vem trabalhar em um dia, a outra metade vem no outro, trabalhamos em casa também por conta dessa falta de espaço”, afirma o vereador.

O prédio que será usado para Câmara, pertence ao município, por isso fica mais viável e econômico reformar do que comprar outro espaço. O local onde funciona a Casa de Leis, possivelmente, será destinado a um museu, pois a construção é um patrimônio histórico de Teixeira Soares.

Emerson também ressaltou a preservação da fachada do prédio que está sendo reformado, além de estar localizado no centro da cidade, representa a história do município que será mantida. A previsão é de que a obra seja concluída ainda este ano e, futuramente, as Sessões terão mais qualidade, sendo que o plenário será maior e capaz de abrigar mais pessoas.

A administração do município pretende investir, também, na qualidade das transmissões das Sessões, melhorar o som, e assim, o público pode acompanhar e assistir, principalmente, neste período de distanciamento social.


Veja Também