Paraná suspende atividades não essenciais e proíbe circulação em espaços públicos das 20h às 05h

Estas e outras medidas são validas para todos os municípios do estado a partir deste sábado (27)

Na manhã desta sexta-feira (26), o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, anunciou novas medidas no combate à Covd-19, com mais restrições no estado valida para todos os municípios, como a suspensão do funcionamento das atividades e serviços não essenciais e a ampliação do toque de recolher, que passa a ser das 20h às 05h do dia seguinte.

Ratinho Junior disse em entrevista que o Paraná está a beira do colapso, e os leitos clínicos preocupam as autoridades da Saúde. As medidas são por oito dias, e visam diminuir a circulação da população.

As medidas são validas a partir da zero hora do dia 27 DE FEVEREIRO de 2021, e vão até as 05 h do dia 08 DE MARÇO de 2021. São elas:

  • SUSPENSÃO DO FUNCIONAMENTO DOS SERVIÇOS E ATIVIDADES NÃO ESSENCIAIS;
  • RESTRIÇÃO de circulação em espaços e vias públicas, das 20h às 05h;
  • PROIBIÇÃO de comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo no período das 20h às 05h;
  • SUSPENSÃO DAS AULAS presenciais em escolas estaduais públicas e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado do Paraná, cursos técnicos e em universidades públicas e privadas;
  • ADEQUAÇÃO DO EXPEDIENTE dos trabalhadores aos horários de proibição provisória de circulação definidos neste Decreto;
  • ATIVIDADES RELIGIOSAS somente com atendimento individual ou culto on-line;
  • REGIME DE TELETRABALHO para Órgãos do Estado;
  • PERMITIDOS Delivery, Drive-thru e Take away;
  • PRIORIZAÇÃO da substituição do regime de trabalho presencial para o teletrabalho, quando possível;
  • SUSPENSÃO DAS CIRURGIAS ELETIVAS por 30 dias para unidades públicas e privadas. O objetivo é assegurar estoque de medicamento anestésico e reduzir demanda por leitos hospitalares;
  • INTENSIFICAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO PARA CUMPRIMENTO DAS MEDIDAS.

ABERTURA DE NOVOS LEITOS

O Governador também anunciou mais leitos de clínicos para os hospitais do estado. Veja quais instituições vão receber os equipamentos nos próximos dias.

Hospital Zona Sul de Londrina: 30 LEITOS CLÍNICOS

Hospital Zona Norte de Londrina: 20 LEITOS CLÍNICOS

 Hospital do Coração de Londrina: 10 LEITOS DE UTI

 Hospital Bom Jesus de Ivaiporã: 4 LEITOS DE UTI E 4 LEITOS CLÍNICOS

Hospital Regional de Ivaiporã: 10 LEITOS CLÍNICOS

Hospital Regional de Francisco Beltrão: 6 LEITOS DE UTI

 Hospital São Pelizzari – Palmas: 3 LEITOS DE UTI

Hospital Cruz Vermelha – Castro: 10 LEITOS DE UTI E 25 LEITOS CLÍNICOS

Hospital Municipal – Foz do Iguaçu: 20 LEITOS DE UTI E 30 LEITOS CLÍNICOS

 Hospital Metropolitano – Sarandi: 20 LEITOS DE UTI E 34 LEITOS CLÍNICOS

Hospital Santa Rita – Maringá: 5 LEITOS UTI

Hospital Municipal – Maringá: 10 LEITOS DE UTI

Hospital Municipal – Cascavel: 6 LEITOS DE UTI

Hospital Regional do Litoral – Paranaguá: 5 LEITOS DE UTI