Vereador de Prudentópolis está no banco de réus por dois crimes

O vereador Adão Kostecki matou Vicente Cravelin e tentou tirar a vida de Márcio Candido. Pesam sobre ele duas qualificadoras

O vereador Adão Kostecki (PSDB) está sentado no banco de réus nesta quarta (24). De acordo com o Tribunal de Justiça, ele está sendo julgado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio simples. De acordo com o processo, o vereador matou Vicente Cravelin e tentou matar Márcio Cândido.

Conforme a denúncia do Ministério Público, no dia 22 de novembro de 2009, por volta das 18h30, na Localidade de Jaciaba, no interior de Prudentópolis, Adão disparou vários tiros de revólver calibre 38. contra Vicente. Antes, porém, perguntou: "você é parente"? Depois, "voluntária e conscientemente, com vontade de matar", atirou várias vezes nas costas da vítima, segundo o MP.

Entretanto, nesse mesmo dia, também atirou contra Marcio Candido. Todavia, essa vítima recebeu atendimento e sobreviveu. De acordo com a pronúncia, as circunstâncias qualificadoras no homicídio constituem-se de motivo fútil e recurso que dificultou a defesa da vítima. Conforme o MP, Adão disse que atirou em legítima defesa já que as vítimas chegaram embriagadas num bar e começaram uma discussão, o agredindo injustamente.

Contudo, testemunhas deram outra versão. "Adão teria desferido os tiros contra as vítimas de forma totalmente desnecessária, sem qualquer provocação ou ataque das vítimas". De acordo com Fórum de Prudentópolis, o júri começou às 9h de hoje (24) e deve durar a tarde inteira. Até às 11h35 de hoje (24) as testemunhas arroladas estavam sendo ouvidas. Em seguida, será a vez do réu.

Leia a notícia em: 

https://portalrsn.com.br/noticias/vereador-de-prudentopolis-esta-no-banco-de-reus-por-dois-crimes/