Confidencial
É preciso pedir, pedir, pedir

Conquista para o Consórcio (foto Bertoldo)

O prefeito de Imbituva, Bertoldo Rover, assinou convênio com o governador Ratinho Junior, na segunda-feira (03), no Palácio Iguaçu. O governo está liberando mais de R$700 mil para investimentos no CIS. Além de aliado do Governador Ratinho, Imbituva foi o local em que ele teve a sua maior expressão em votos dos municípios da região. Bertoldo se destaca pela lisura com que administra Imbituva. Volta e meia, o prefeito é flagrado fazendo o serviço de motorista, transportando pacientes com a ambulância do município.

É preciso pedir

A vinda do governador Ratinho Junior a Irati é um momento a ser capitalizado. O governo está tendo sensibilidade para algumas áreas, como a saúde e infraestrutura e, principalmente, dar uma nova cara ao Paraná com maior transparência no governo.  A obra histórica de pavimentação entre Irati e São Mateus é uma mostra disso. Mas temos um “Elefante Branco” dentro da cidade que precisa de solução. O Centro Cultural Denise Stoklos assombra a entrada de Irati. É uma obra que acompanha a vertente do governo de investir em Turismo para gerar renda. Cultura também é uma forma de Turismo. A obra até pode ser reduzida de formato para caber no orçamento, mas não pode ficar como está. Temos no governo pessoas ligadas a Irati, como Aldo Bona, Superintendente de Ensino Superior e Tecnologia, Rafael Lucas, Controlador do Paraná Cidade, e deputados, como Sandro Alex, e Hussein Brakri, que têm a condição necessária de alavancar a retomada da obra. Mas tem um detalhe fundamental: precisamos pedir.

Se não pedir a obra, o governo não verá necessidade de finalizá-la. A pavimentação da PR-364 foi um pedido de décadas. O Centro Cultural já está com mais de 10 anos. Não podemos nos acomodar e deixar que tudo fique como está. Não é uma questão de pressão. É mobilização.

 

Enfim, nomeou

Após um longo e tenebroso silêncio, a ex vice-prefeita de Irati, Marisa Massa Lucas, assumiu como chefe do escritório da Secretaria da Família e Justiça do Paraná. Marisa é mulher do médico Felipe Lucas, que foi candidato a deputado pelo Ratinho na última eleição. Neste caso, sempre fiel ao time. Mas, a posse aconteceu apenas depois de aprovada, pela Alep, a reforma política implantada pelo governador.

 

Neguinho no Detran

José Vilmar de Andrade, o ‘Neguinho’ de Inácio Martins, foi nomeado por decreto para ser o novo chefe da 21ª Ciretran. Segundo consta, a nomeação de Neguinho tem a indicação do deputado federal e agora secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, que foi o parlamentar aliado ao governo mais votado. É a primeira vez que um martinense é indicado para assumir a chefia do Detran. Neguinho é funcionário da Câmara de Vereadores de Inácio. 

 

Reduzindo Juros

O governador Carlos Massa Ratinho Junior determinou uma redução nas taxas de juros e atualização nas condições de enquadramento dos municípios atendidos pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM). O sistema que financia obras de infraestrutura, construções e compra de máquinas e equipamentos para prefeituras, terá redução média de 15% nas taxas fixas de juros.

 

Mais Agilidade

O Governo Ratinho Jr protocolou na segunda-feira (3), na Assembleia Legislativa, o projeto de Lei que trata do segundo ciclo da reforma administrativa. Desta vez, a proposta prevê a junção de autarquias, com nova redução da estrutura física do Estado. A estimativa é de um corte de R$ 10 milhões por ano nas despesas correntes. “É uma ação que tem resultado financeiro, com economia aos cofres públicos, e que aumenta a eficiência da gestão”, destacou Ratinho Junior.

 

“Nosso foco nunca foi apenas economizar, mas aumentar a agilidade e a eficiência do governo”

Ratinho Junior

 

Dança das cadeiras

Se antes era apenas uma especulação, agora o assunto ganha novos contornos: nos bastidores da política, em especial nos corredores do Palácio Iguaçu, circulam informações que o secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, deverá mesmo se desincompatibilizar da função e retomar seu posto de deputado na Assembleia Legislativa. As informações são do Blog Roseli Abraão. Nesta última notícia que circula em torno de Guto Silva é que ele voltaria para o Legislativo. Em seu lugar, assumiria João Ortega, que daria lugar a Marcel Michelleto para assumir a SEDU.

Continua Líder

Hussein continuaria como líder do Governo. Ainda segundo o blog, o deputado Evandro Araújo (PSD) assumiria um cargo no Executivo, mantendo Hussein na liderança.  Isso porque, segundo estas fontes, o deputado Evandro Araújo, do PSD, seria deslocado para um posto no Executivo, mantendo a vaga de suplente para Bakri. Guto Silva está no exterior. Pelo sim, pelo não, prudência nunca é demais. Mas os planos que cercam Guto Silva parecem ser mais sólidos e promissores do que os boatos que tentam desestabilizá-lo.

Duas correntes

Segundo informações de “cocheira”, existe uma corrente dentro do “Iguaçu” puxando para que Guto volte para a ALEP. Esta corrente é formada por lideranças e vários deputados. Eles defendem que Ortega já é Chefe da Casa Civil de fato, uma vez que tem uma ligação muito próxima ao governador e por não aspirar cargo eletivo, daria maior transparência ao cargo. O ciúme acontece, uma vez que Guto é deputado e nos parece que tem pretensões maiores. 

Político Singular

Mais 300 pessoas homenagearam, no Teatro Municipal de Guarapuava, o político Nivaldo Passos Krugger, com 90 anos. Ele foi vereador, prefeito por três vezes, deputado estadual e federal, chefe do escritório do Paraná em Brasília, diretor da Sanepar, além de empresário, poeta e historiador.  Em 1990, no mandato do então prefeito Alfredo Van Der Neut, Krugger autorizou para Irati um dos maiores projetos de coleta e tratamento de esgoto pra Irati. Graças à esta ação, temos hoje muito mais qualidade de vida. Alfredo esteve no evento representando os iratienses.

 

Autorizado

O prefeito Jorge Derbli assina, na segunda-feira (10), o convênio com a Caixa Econômica Federal de financiamento. A partir deste convênio, a prefeitura está autorizada a realizar as licitações das pavimentações. O setor de planejamento trabalha com o tempo hábil de 90 dias para dar as ordens de serviços. Vários bairros das cidades serão beneficiados. Uma das diretrizes para determinar as ruas foram os requerimentos dos vereadores. O restante foi determinado pela própria administração.

 

“R$ 10 Mi”

É o valor do financiamento liberado para pavimentações em Irati junto a CEF

 

Cadastro de Estuprador

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) aprovou, nesta terça-feira (4), relatório do deputado Evandro Roman (PR) à proposta que autoriza a criação de um cadastro nacional de pessoas condenadas por crime de estupro (PL 5.618/16).“O estupro causa aversão à coletividade e é necessário que o Estado saiba quem os cometeu. Além do caráter punitivo desses delitos, não se pode esquecer da importância de implementação de ações coordenadas que tenham o condão de atuar na prevenção da criminalidade”, argumentou o relator. As informações são de Fabio Campana.

Controverso

O governo Bolsonaro faz algumas coisas que não dá para entender. Parece que está querendo desviar o foco. Esta semana, enviou um projeto de lei que minimiza a legislação de Trânsito. Embora concorde com o aumento da pontuação para 40 pontos, algumas alterações destroem um tempo importante de conquistas. O exame toxicológico e o uso das cadeirinhas são dois deles. A deputada, Cristiane Yared, defendeu, em discurso emocionado, a manutenção do rigor na legislação.

“Não sei o preço de cadeirinha. Mas sei o preço de túmulo do cemitério, de caixão, de flores, de choro”

Deputada Federal Cristiane Yared

 

Antecipando

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou um projeto de lei que antecipa para segunda-feira os feriados que caírem nos demais dias da semana. Mas não são todos. Apenas Tiradentes, Finados e Proclamação da República seriam alterados. Para o senador Berger (MDB – SC), O projeto busca o impedimento de enforcar a segunda e possibilita fortalecer o setor de turismo devido aos feriados prolongados. A proposta segue agora para análise da Câmara dos Deputados e não passa por sanção presidencial. Caso seja aprovada pelos congressistas, passará a valer 90 dias após a sua publicação, informa o Poder360. Os feriados municipais também não seriam afetados.