Ciúme faz jovem matar sua prima em Prudentópolis

Uma jovem atirou contra a sua prima de 19 anos, que foi socorrida, mas nove dias após ter ocorrido o fato, faleceu em um hospital de Guarapuava

Um crime recente chocou o município de Prudentópolis. Uma jovem atirou contra a sua prima de 19 anos, que foi socorrida, mas nove dias após ter ocorrido o fato, faleceu em um hospital de Guarapuava. De acordo com a Polícia Civil, o que motivou o homicídio foi ciúme, sendo considerado um crime passional.

O delegado Osmar Albuquerque conta que no dia 30 de outubro, quando retornava do supermercado e estava próximo ao portão da sua casa, na Rua Coronel João Pedro Martins, a jovem Bruna Priscila Smutek foi atingida por um tiro na região da barriga pela sua prima, que veio de Ponta Grossa e a aguardava. O que a autora nos contou foi que ela estava recém-separada e que a vítima estava tendo um romance com o seu ex, comenta.

A autora disse à Polícia Civil que veio de Uber de Ponta Grossa. Após atirar contra a sua prima embarcou em um carro escuro e na sequência foi denunciada por populares e presa pela Polícia Militar. O delegado fala que não foi possível identificar quem trouxe a jovem a Prudentópolis.

O inquérito do caso foi concluído pela Polícia Civil e encaminhado ao Ministério Público do Paraná. A jovem permanece presa na carceragem de Prudentópolis.