Operação de fiscalização de crimes contra a flora aplica quase R$ 2 milhões em multas

Ação aconteceu em Guarapuava, Prudentópolis e Inácio Martins

A “Operação Esperança” realizada pelo Batalhão da Polícia Ambiental em conjunto com equipes de fiscalização do Instituto Água e Terra – IAT foi encerrada após cinco dias de ações,  nos municípios de Guarapuava, Prudentópolis e Inácio Martins, e aconteceu de 14 a18 de junho.

A fiscalização foi realizada em propriedades que apresentam indícios de perda significativa de cobertura vegetal nativa, apontadas pelo monitoramento via satélite MapBiomas. As áreas autuadas somaram aproximadamente 182 hectares e o valor das multas aplicadas foi próximo R$ 2 milhões. Somente em uma área fiscalizada no município de Prudentópolis, a multa ambiental foi quase R$ 1,5 milhão e a área desmatada próximo de 136 hectares.

Como resultado, a operação teve 182,541 de área autuada, multa de R$ 1.808.793,00, e foram apreendidos 29,53m³ de madeira nativa, entre tábuas, palanques e toras. Foram registrados 17 atos de infração ambiental.

Os dados ainda podem ser acrescidos, pois as equipes da Polícia Ambiental ainda realizam atendimento de alguns notificados.

Texto e fotos: Polícia Ambiental