Polícia Militar registra redução de crimes no litoral durante o Carnaval

PM fez 81 prisões e lavrou 141 Termos Circunstanciados (TCs) de crimes de menor gravidade

O balanço da Polícia Militar do Paraná sobre os cinco dias de Carnaval no Litoral aponta a redução dos principais crimes. O comparativo com o mesmo período do ano anterior indica que os roubos caíram 48,2% (de 29 foi para 15), os furtos reduziram 64,7% (de 153 casos para 54) e as ocorrências de perturbação do sossego diminuíram 18,7% (de 64 para 52).

Neste Carnaval, a PM encaminhou 81 pessoas e apreendeu três armas de fogo, além de prestar 12.501 orientações aos veranistas e atender seis ocorrências de aglomeração de pessoas. Os dados são referentes aos atendimentos feitos entre sexta-feira (12/02) e terça-feira (16/02).

A avaliação do coordenador do Verão Consciente 2020/2021 pela PM, coronel Rui Noé Barroso Torres, é de que a redução de crimes se deu por conta da intensificação do policiamento preventivo em todo o Litoral. “Atuamos com força total nos dias de Carnaval, com todo o aporte logístico e material, para reforçar a segurança e a fiscalização para o cumprimento das medidas sanitárias. Tivemos a redução de vários crimes graças ao planejamento que fizemos, distribuindo o efetivo nos horários e locais que são mais sensíveis”, explicou.

Mesmo com a decisão do Governo do Estado de cancelar o ponto facultativo do Carnaval em todo o Estado, assim como das tradicionais festividades, as praias ficaram movimentadas. O policiamento com módulos móveis, bikes e motocicletas continuou intenso, assim como o trabalho de polícia comunitária com a entrega de pulseirinhas de identificação e de folders educativos de prevenção ao coronavírus e à dengue.

De acordo com a análise da Polícia Militar dos três primeiros dias do Carnaval, além da redução de crimes, a PM fez 81 prisões e lavrou 141 Termos Circunstanciados (TCs) de crimes de menor gravidade.

Também houve 9.264 abordagens a pessoas e 2.342 vistorias de veículos em todo o Litoral. Com a intensificação das ações de prevenção, a PM também atendeu mais casos de uso e de tráfico de drogas em comparação com o mesmo período de Carnaval do ano anterior. O tráfico subiu 11% (de 18 foi para 20) e as ocorrências de pessoas flagradas em uso de drogas foi de 38,1% (de 55 para 76).

TRÂNSITO

Também houve atuação do Pelotão de Trânsito do 9º Batalhão de Polícia Militar e das equipes do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), por meio da Companhia Tático Móvel de Trânsito. Foi registrado aumento de infrações em 158,4%, ou seja, de 469 saltou para 1.212. As abordagens policiais resultaram, ainda, no aumento de 150% de veículos recolhidos por irregularidades (de 28 foi para 70).

As apreensões de drogas, principalmente as sintéticas, também tiveram destaque neste Carnaval devido a maior volume de ações da PM, com operações e intensificação de abordagens. As equipes policiais apreenderam 95 gramas de cocaína, 66 gramas de crack, 14 comprimidos de ecstasy, 25 pontos de LSD e 944 gramas de maconha.