Asfalto da estrada para o Pinho de Baixo começa a ser construído

Nesta primeira etapa da obra estão sendo feitos 50 cm de base para receber a camada de asfalto

Há alguns dias, a obra da pavimentação da estrada do Pinho de Baixo começou a dar os primeiros passos. Com os mais de R$ 5 milhões investidos, este serviço chegará da BR-277 até o Rio Caratuva, totalizando 6,2 km. A previsão é de que, entre março e abril de 2020, as comunidades da região possam usufruir da melhoria.

Atenção, trecho em obras! Quem tem utilizado a estrada para o Pinho de Baixo, em Irati, já se deparou com esta placa e com os funcionários da Construtora Triunfo (vencedora do processo licitatório) que já estão operando com o seu maquinário. A obra afetará, positivamente, muitas pessoas. “Uso esta estrada várias vezes no dia. Temos uma empresa aqui na região e temos deslocamentos de caminhões, então o fluxo nosso é contínuo. Para todos os usuários esta obra é muito importante. A gente espera que o trabalho seja contínuo e que a obra não pare, pois todo mundo está aguardando com ansiedade a conclusão”, descreveu o empresário, Sergio Franco Cidre, enquanto aguardava na barreira da obra para seguir seu destino.

Acompanhando o andamento da obra, o prefeito Jorge Derbli explica como estão sendo desenvolvidos os serviços. “Esta primeira etapa da obra é a colocação de uma base de 30 cm de rachão. Em seguida, vem mais 15 cm de graduada e cinco cm de asfalto em CBUq, totalizando 50 cm de base”, explica ele, em detalhes mais técnicos. Com isso, Derbli quer elucidar que a obra está sendo executada com uma estrutura para atender as necessidades da população, principalmente as carretas e caminhões pesados que trafegam, diariamente, transportando a produção da região.

Segundo ele, as obras seguem em ritmo acelerado. “Acredito que, em 90 dias, teremos toda a etapa da base concluída e, sem seguida, vem a pavimentação. Esperamos que, entre março e abril do ano que vem, possamos estar entregando a obra totalmente concluída à comunidade”, prevê o prefeito.

Gilberto Laroca, que é agricultor e representante da comunidade, conta que a obra será muito mais do que uma melhoria de transporte; “Este asfalto vai ajudar a desenvolver a nossa comunidade, não só na agricultura, com a safra da cebola e soja, mas também na potencialização do nosso turismo natural e gastronômico, facilitando o acesso nas propriedades por exemplo”, disse.

CONQUISTA TEM MAIS DEU UM ANO

A pavimentação da estrada já tinha sido anunciada em julho de 2018, quando o deputado federal, Evandro Roman, confirmou o empenho do governo federal de mais de R$ 4,7 milhões para a pavimentação asfáltica do trecho. Foi realizada uma reunião no pavilhão da Igreja São Sebastião para anunciar à comunidade o recurso autorizado. Há cerca de três meses, a Caixa Econômica Federal autorizou a ordem de serviço. “Esta é uma demanda antiga que nós conseguimos por meio do trabalho realizado em Brasília pelo Roman. Queremos, na sequência, fazer os 3 km faltantes para chegar até a igreja”, destaca Derbli.

OPÇÕES DE DESVIOS

De acordo com a Prefeitura de Irati, com o início das obras de pavimentação da estrada do Pinho, nesta semana, a Secretaria de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, solicitou à Secretaria de Viação e Serviços Rurais o levantamento de desvios para o acesso àquela comunidade e para deslocamentos de moradores de lá à cidade.

As pessoas que precisarem ir de Irati até o Pinho, podem seguir pela BR-277, após passar a Polícia Rodoviária Federal e antes da Praça de Pedágio, a primeira entrada à direita vai sair na Igreja da Madre Paulina, já na comunidade do Caratuva 1. O mesmo caminho serve para o trajeto inverso.

As pessoas do Pinho com destino a Ponta Grossa e Imbituva, podem acessar a estrada do Perdido, divisa com Imbituva. Na medida em que as obras da pavimentação avançarem em direção ao Pinho, outras informações serão repassadas à população.