Saúde de Irati alerta sobre o sarampo no Paraná

A Secretaria Municipal de Saúde de Irati, através da Vigilância Epidemiológica, alerta os munícipes, que em outubro e novembro, haverá campanha de vacina para atualização de doses.

Diante do cenário epidemiológico que passamos, com epidemia de sarampo no Brasil, inclusive no Paraná, a Secretaria Municipal de Saúde de Irati, através da Vigilância Epidemiológica, vem alertar sobre a importância de estar com o esquema vacinal em dia e sempre ter em mãos essa comprovação através da carteirinha de vacina.

Alertamos os pais que dia 07 de outubro iniciará campanha de vacina para atualização de doses em atraso para as crianças entre 6 meses a menores de 5 anos. Em novembro haverá uma segunda etapa da campanha focada na faixa etária entre 20 a 29 anos, lembrando que nos dois casos a vacina será feita seletivamente, somente para quem não estiver com esquema completo.

A priorização destas faixas etárias se deve ao fato da elevada incidência do sarampo nos surtos em 2019 no Brasil. As crianças correm ainda maior risco de desenvolvimento de complicações como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos pelo sarampo.

A vacina é a única forma de prevenção, e na ocorrência de contato de pessoa não vacinada com caso suspeito de sarampo, esse deve receber a dose da vacina tríplice viral (sarampo/caxumba/rubéola), no prazo máximo de 72 horas após o contato, mediante avaliação do caso por um profissional de saúde qualificado.

Mais informações pelo telefone 3907 3155.

Entenda o esquema vacinal

O esquema de vacinação contra sarampo é considerado completo quando:

– Crianças de 6 a 11 meses e 29 dias: recebem uma dose extra nesse momento.

– Crianças com 12 meses recebem a dose 1 da Tríplice Viral.

– Crianças com 15 meses recebem a dose de reforço com a Tetraviral (sarampo/caxumba/rubéola/varicela).

– Pessoas até 29 anos recebem duas doses de vacina com componente sarampo.

– Pessoas com 30 a 49 anos recebem uma dose de vacina com componente sarampo.

– Profissionais de saúde devem ter duas doses de vacina Tríplice Viral, independentemente da idade.

– Pessoas com mais de 50 anos não tem indicação de receber a vacina, visto que já tiveram contato com a doença no passado e que a imunidade pela doença é permanente.

Sarampo confirmado em cidades do Paraná

Segundo último Informe Epidemiológico número 4, divulgado na quinta-feira (19) os municípios que tiveram pacientes com registros de sarampo confirmados são:

Campina Grande do Sul, Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Rolândia e Jacarezinho.

Curitiba aparece no informe com o maior número de casos. São sete confirmações de sarampo; em Maringá possui dois pacientes, e nos demais municípios um caso de confirmação.

Portanto é prudente que somente se viaje para estas áreas de circulação do vírus quem estiver com esquema vacinal completo, e sempre carregar consigo uma cópia da carteirinha de vacina.

Em caso de dúvidas a Vigilância Epidemiológica de Irati está à disposição para esclarecimentos através do telefone 3907-3155.