1º Congresso de Secretarias de Assistência Social do Paraná acontece em Irati

O encontro aconteceu no Centro da Juventude, na cidade de Irati

Esther Kremer

O Primeiro Congresso Macrorregional: Compartilhando Experiências entre as Secretarias Municipais de Assistência Social aconteceu na sexta-feira (24), no Centro da Juventude, em Irati. O evento contou com a participação da deputada federal, Leandre Dal Ponte, o prefeito e a vice-prefeita de Irati, Jorge Derbli e Ieda Waydzik e a secretária de Assistência Social do município, Sybil Dietrich.
O principal objetivo do encontro foi compartilhar experiências e ideias entre as Secretarias, como forma de melhorar os serviços de Assistência Social do estado do Paraná. O evento também contou com a presença de 16 representantes de municípios do Paraná, vários membros do setor de Assistência Social e primeiras damas de diversas cidades.
A deputada federal, Leandre Dal Ponte, esteve no evento e comentou sobre o cuidado com a pessoa idosa, com a primeira infância e violência contra a mulher. “Quando falamos em idoso, falamos em cuidado. Hoje nós temos um desafio nesta área, que é fazer o idoso envelhecer com qualidade”.
Leandre ainda enfatizou que é importante fazer um marco de cuidados na primeira infância, segundo ela, o trabalho que a Assistência Social faz, em todos os municípios, é de extrema importância para o cuidado da população nesta fase.
O prefeito de Irati, Jorge Derbli, explicou sobre o Complexo da Cidade do Idoso em Irati. Segundo Derbli, a ideia partiu da deputada Leandre com a aprovação do governador do estado Carlos Massa Ratinho Júnior, o convênio do projeto deve ser assinado em breve, com o valor de R$ 7 Mi. O prefeito ainda ressalta que Irati está se tornando um modelo na área de Assistência Social. “É importante este trabalho em rede que estamos fazendo, queremos que isto continue. Irati está se tornando um exemplo e isto muito nos orgulha”, disse.
A vice-prefeita, Ieda Waydzik, relatou sobre os cuidados da Assistência Social em relação a violência contra a mulher. “Embora a violência ainda apareça muito e é importante que apareça pois antes as mulheres não tinham coragem de denunciar. Hoje com a Casa Maria da Penha e a patrulha, nós tentamos proteger cada vez mais estas mulheres, que são vítimas”.
A secretária de Assistência Social, Sibil Dietrich, explicou sobre a necessidade do encontro e enfatiza que não será o último. “Esta ideia foi construída coletivamente com os gestores dos municípios e a gente vem trocando ideias, então surgiu a necessidade de nos reunirmos para este encontro, para aprimorar as ações que todos vem desenvolvendo na área, é uma troca de experiências”.
A primeira dama de Colombo e também secretária de Assistência Social, Elis Lazarotto, contribuiu com o encontro mostrando o que é feito em seu município na área social, Elis também comentou a importância do Congresso. “É de extrema importância este momento, nós trabalhamos, em Colombo, fortemente a questão do idoso e da primeira infância, mas ver experiências que tem dado certo em outros municípios enriquece muito o nosso trabalho”, disse.