Aulas nos municípios da região voltam na segunda semana de fevereiro e continuam de forma remota

Veja o dia e como funcionará o sistema remoto em cada cidade

Na região, as aulas retornam na segunda semana de fevereiro, em dias diferentes, mas todas vão continuar com as atividades remotas, ou seja, os pais precisam retirar as tarefas nas escolas para o filho fazer em casa, assim como aconteceu no ano passado. Veja como fica em cada município da região da Amcespar. 

Rio Azul:

No município, as aulas retornarão dia 08 de fevereiro, ainda com as atividades remotas, distribuídas quinzenalmente. A Secretaria de Educação informa que os pais precisarão retirar as atividades nas escolas e poderão ir até o local conhecer os professores e equipe que estarão à disposição para ajudar. Também, logo serão entregues os kits escolares.

Guamiranga:

De acordo com a secretária de Educação, Cultura e Esportes do município de Guamiranga, Elisabeth Paladino, o início das aulas está previsto no calendário escolar para o dia 8 de fevereiro. As aulas continuaram de forma remota com atividades escolares não presenciais as quais serão entregues a todos os estudantes da Rede Municipal de Ensino em material impresso por meio de seus familiares ou responsáveis, a princípio, semanalmente, em dia previamente marcado. Quanto ao retorno das aulas presenciais o município aguarda a liberação por meio de ato do governador do Estado do Paraná de acordo com as determinações do SESA ou por expressa manifestação do Conselho Estadual de Educação do Paraná.

Teixeira Soares:

A Secretaria Municipal de Educação iniciará o ano letivo dia 09 de fevereiro, com aulas remotas. Serão realizadas com atividades impressas e a interação entre professores, alunos e pais ou responsáveis será através de WhatsApp e/ou outras mídias. A equipe já realizou reunião com diretores e coordenadores das Escolas e CMEIs para discutir, orientar e regulamentar quanto ao período de aulas não presenciais. A Secretária Municipal de Educação, Simone Baumel Tullio, informou que a ideia seria retornar às aulas oferecendo ensino híbrido, combinando aprendizagem presencial e remota, mas o aumento de número de casos da COVID-19 no município, inviabilizou o retorno desta forma. “O momento em que vivemos é de grande apreensão em relação à propagação da COVID 19, então não poderíamos expor nossas crianças, professores e funcionários a essa situação”, comenta. A decisão foi tomada a partir de diálogo com os órgãos sanitários e administração. Esse diálogo será mantido e, tão logo seja possível, sem maiores riscos para todos os envolvidos, será viabilizado um protocolo de retorno.

Imbituva:

As aulas na rede municipal serão no formato remoto e terão início no dia 8 de fevereiro. A cada 15 dias os pais poderão buscar as atividades na escola. Professores e funcionários estarão todos os dias nas instituições.

Rebouças:

O ano letivo inicia no dia 8 de fevereiro de forma remota. As atividades estarão disponíveis na forma impressa e na plataforma virtual no site da Prefeitura. Todos os professores e funcionários serão capacitados para receber os alunos assim que for seguro para um retorno presencial.

Inácio Martins:

De acordo com o comitê de volta às aulas, o retorno será no dia 10 de fevereiro, de forma remota, com as atividades em apostilas disponibilizadas a cada 15 dias. “Os professores estarão nas escolas para tirar dúvidas e explicar sobre as apostilas ou conteúdo. Na área rural, faremos a entrega para os 300 alunos das apostilas.Também retornaremos com a entrega dos kit da merenda escolar a cada 30 dias para todos da rede municipal”, disse a secretária de Educação do município, Marinalda Fernandes.

Mallet: 

As aulas da rede municipal de ensino de Mallet iniciam no dia 08 de fevereiro, em uma segunda-feira.  As atividades serão realizadas de forma remota, assim como no ano passado e, neste momento, ainda não há previsão para o retorno das atividades presenciais na rede. Dessa forma, todos os alunos das turmas de Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano, iniciarão o ano com as atividades a distância.

Os meios para disponibilização e acesso aos materiais serão o aplicativo de WhatsApp, redes sociais e portal da prefeitura municipal, para os alunos que não dispõe dos acessos para acompanhamento das atividades on-line todo o material será disponibilizado de forma impressa. Reforçamos a importância de que todos os responsáveis, mantenham os contatos telefônicos atualizados nas instituições de ensino para que facilite a comunicação entre a escola e as famílias.

Prudentópolis:

O município ainda não tem a data definida para o retorno das aulas e como será o início. Irão divulgar estas informações na próxima semana.

A Prefeitura de Fernandes Pinheiro ainda não informou sobre como será o retonro das atividades da rede municipal.