Bandas de Irati promovem festival para tratamento de saúde de músico

Ede está em coma, mas apresenta estímulos neurológicos/ foto: Reprodução Com o objetivo de colaborar com os custos do tratamento

Ede está em coma, mas apresenta estímulos neurológicos/ foto: Reprodução

Com o objetivo de colaborar com os custos do tratamento de saúde do músico, Edemilson Laskoski, cinco bandas de Irati promovem, neste sábado (09), o Ede Rock Festival, no Imperial Bar, a partir das 22h. Os ingressos do evento beneficente estão sendo vendidos no valor de R$10.

Sensibilizados com o caso do amigo guitarrista, bandas de Irati se uniram para promover o festival, que vai arrecadar fundos para o tratamento de Ede. A ideia de fazer este evento veio do Vitor Martin, que foi colega de banda de Ede. Ele soube da situação, fez uma visita e tentou contatos médicos para ajudar o amigo. Um neurologista deu a possibilidade de melhora na sua qualidade de vida, por meio de um tratamento específico. Então, nós, da Radio Radar, pensamos em um show para reverter toda a renda para Ede, explica o músico, Diego Gutierrez.

Depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), em julho do ano passado, Ede (40 anos) foi encaminhado para um hospital de Ponta Grossa para tratar da gravidade do caso. Ele se recuperou em um processo bem longo: chegou a sair do estado de coma, a se mexer, caminhar, falar e reconhecer pessoas. Até recebeu alta e foi transferido para uma clínica de reabilitação, mas o quadro se agravou, acabou regredindo e ele teve que voltar para o hospital, conta o irmão, Paulo Alexandre Laskoski. Deste período em diante, Ede apresentou poucas melhoras.

Agora, Ede está em coma, sendo cuidado em casa. Meu irmão não está em estado vegetativo porque tem estímulos neurológicos. Ele boceja, mexe a cabeça, um pouco dos braços e pernas, só que ele não acorda e não sente dor, por exemplo, relata Paulo.

Por seu estado debilitado, a família teve que adaptar a casa para atendê-lo. Foi realizada uma reforma no quarto com um banheiro para seu uso, e as paredes tiveram que ser pintadas com uma tinta especial para que Ede não corra riscos de infecções. Ele recebe cuidados de dois profissionais e da família.

Como ele está nesta situação, estamos tendo um gasto enorme por causa de remédios, consultas, exames e material de higiene, justifica o irmão. Ele expõe que a família está recebendo alguns auxílios, como a ajuda da Associação do Núcleo de Apoio do Portador de Câncer de Irati (Anapci) com uma cama própria para Ede.

Mobilização conjunta

Como houve boa vontade de várias pessoas, surgiu a ideia de ampliar o show da Radio Radar para um festival e convidar mais amigos de Ede. A mobilização foi imediata. Convidamos outros músicos, que já se prontificaram, e encontramos apoiadores para o evento com o local, sonorização e confecção dos ingressos, diz Gutierrez. Além da finalidade principal no custeio da saúde de Ede, o festival será uma oportunidade de reunir os músicos do cenário rock da região. As bandas que vão tocar nesta noite serão: Rotatória, Radio Radar, Bombtrack, SR3 e Samadhi.

Ingressos

Os ingressos para o Ede Rock Festival custam R$ 10 e podem ser adquiridos antecipadamente com os seguintes contatos: Eduardo Teixeira (42) 99924-3314, Loja Arteria – Rua Cel. Emilio Gomes, 184, (42) 99933-7991, Vitor Martin (42) 99991-8151, Diego Gutierrez (42) 9991-21169, Rafael Reis (42) 99995-3664, e demais integrantes das bandas participantes.

Quer ajudar?

Estão disponíveis duas contas dos familiares de Ede para doações:

Banco do Brasil, Conta Corrente: 40414-4, Agência: 0182-1, CPF 051270599-24, Nome: Mariangela Borba

Banco do Brasil, Conta Poupança: 47834-2, Agência: 0182-1, CPF: 045099819-37, Nome: Paulo Alexandre Laskoski

Texto: Fernanda Hraber