Estudantes da rede municipal de Rio Azul recebem kits escolares

O ano letivo de 2021 iniciou de forma remota e foi marcado pela distribuição de material pedagógico para os alunos. A entrega destes kits foi pauta do plano de governo do prefeito Leandro Jasinski e do vice-prefeito, Jair Boni, na campanha eleitoral

Na semana passada, as aulas do ano letivo de 2021, em Rio Azul, retornaram de forma remota. O momento também foi marcado pela entrega de kit escolar para aproximadamente 1.700 estudantes da rede municipal, através da Secretaria de Educação.

Durante a semana e dentro dos protocolos exigidos pela Secretaria de Saúde, o prefeito Leandro Jasinski, o vice-prefeito Jair Boni e membros da Secretaria de Educação participaram de reuniões nas escolas do centro da cidade e na área rural para dar boas-vindas a pais e professores e fazer a entrega de kits escolares.

A distribuição deste material foi uma proposta do prefeito durante a campanha eleitoral de 2020 e que está se concretizando. O prefeito Leandro Jasinski enfatiza que "nada mais justo reverter os impostos pagos pela população em investimento na Educação e nas nossas crianças, proporcionando a elas a qualidade de vida e do ensino-aprendizagem".

A atitude de Jasinski foi aprovada por pais e professores. José Natal é pai de dois alunos da rede municipal e acredita que a distribuição do material pedagógico é muito importante. “Nós pagamos nossos impostos e temos o direito de ter uma educação e ensino de qualidade. Então eles começaram bem o caminho deles fazendo o que tinham falado em campanha“.

Secretaria de Educação distribuiu kits em escolas para o ano letivo de 2021. Foto: Jaqueline Lopes

A entrega dos kits aconteceu gradualmente durante os dias 08 a 12 de fevereiro nas escolas, pelas autoridades municipais e equipe pedagógica. "O kit, neste momento, fornece o material necessário para atender aos alunos em suas atividades remotas, também favorece o orçamento de algumas famílias as quais em tempo de pandemia se encontram em dificuldades, e este pouco, nesta ocasião, se torna muito”, ressalta a Secretária de Educação Adriana Rymsza.

A entrega dos kits é uma forma de incentivo aos alunos e ajuda aos pais, pois além da pandemia, também houve alta no preço de diversos produtos. “A gente vê a alegria de cada pai ao receber esse incentivo para os filhos, sem falar que tem muitos pais que são carentes, não tem condições de comprar material para os alunos. Eu já trabalho há quatro anos com turmas do município e a gente sabe das dificuldades que cada um tem”, alega a professora Silvia Aparecida Machado.

Foi uma corrida contra o tempo. Com a troca de administração no início de janeiro e a volta às aulas no mês seguinte, o tempo para adquirir os objetos de ensino e atender todas as crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental antes do início das aulas foi limitado.

Para cumprir com a proposta, Rymsza contou que “não mediu esforços para que os kits escolares fossem adquiridos a tempo do retorno ao ano letivo, pois com a troca da administração tinha-se que ganhar tempo, principalmente nos processos licitatórios”.

Apesar do retorno das aulas de forma presencial não terem data definida, já está licitado os uniformes escolares. Assim que os alunos voltarem às salas de aula, será tirada a medida dos estudantes para a confecção.

  “Nada mais justo reverter os impostos pagos pela população em investimento na Educação e nas nossas crianças, proporcionando a elas a qualidade de vida e do ensino-aprendizagem" – Leandro Jasinski