O natal dos poloneses

Árvores decoradas, presépios expostos, canções natalinas, partilha do pão celeste, ceia, missa do galo fazem parte da celebração do natal dos poloneses

Nelsi Antonia Pabis

Na Polônia, terra dos nossos antepassados, devido à grande religiosidade cristã, o Natal e a Páscoa assumem um significado muito especial e são altamente comemorados. O Natal é a festa da família, da confraternização, do amor, da alegria, da renovação, do encantamento, do perdão. É a comemoração do nascimento de Cristo que veio para nos salvar.
Árvores ornamentadas – as choinkas,os presépios montados e expostos – Szopki,as lindíssimas canções natalinas -kolendy; a partilha do pão celeste -Oplatki, a ceia, o badalar dos sinos, a missa do galo –pasterka, fazem parte das comemorações do Natal.
Desde o início do mês de dezembro acontece a vivência do espírito natalino. As casas são decoradas com as árvores de Natal -as choinkas; os ramos verdes e as árvores sempre foram símbolos do renascimento e uma forma de dar as boas-vindas à primavera que vem depois das festas de final de ano. Os presépios – Szopki são expostos lembrando o nascimento de Cristo.
A celebração religiosa começa na véspera, com a vigília de Natal, quando brilha a primeira estrela no céu. Inicia-se a preparação da ceia. Sobre a mesa, é colocada uma camada de feno, lembrando a manjedoura; sobre o feno, uma toalha branca.Na ceia são servidos doze pratos. Existem duas explicações: uma de que representam os doze meses do ano e a outra de que representam os doze apóstolos. Dentre os pratos, sopa de beterraba, de cogumelos, peixe e pão, pratos à base de repolho, pierogi, massa com sementes de papoula, frutas secas. Pães de mel compõe a mesa dos poloneses e são produzidos de forma artesanal pelas famílias.

Pão celeste – Oplatki, compartilhados antes da ceia de natal – Foto: Acervo Familiar

Antes da ceia é feita a partilha do pão celeste – Oplatki, uma espécie de pão ázimo que é distribuído para todos os presentes. O início da partilha é feito pelo anfitrião que, na maioria das vezes é o chefe de família; quebra um pedaço para si e oferece à esposa, aos filhos, aos demais presentes, até que todos tenham pego um pedaço. Depois todos trocam entre si. A partilha do pão durante a ceia une as pessoas e simboliza a ligação de todos os seres humanos; tem um sentido de união, reconciliação e perdão. Neste momento de compartilhar do Oplatki, os presentes trocam cumprimentos, externam uns aos outros votos de muita saúde e prosperidade pelas bençãos do recém-nascido.O Opluatek é feito de uma massa fina, o mesmo da hóstia e nele são gravadas as imagens do Menino Jesus e da Sagrada Família.
Na noite de Natal quem chega a uma casa de poloneses, mesmo que de surpresa, sempre terá um lugar reservado à mesa; as famílias sempre reservam um lugar para um visitante de última hora. Após a partilha do Oplatki é servida a ceia, são entoadas canções natalinas e em seguida as pessoas se dirigem às Igrejas para a Pasterka- Missa do Galo. A véspera de natal encerra com missa celebrada à meia-noite nas igrejas.

Natal polonês em 2019. Benção do pão celeste-Opluatki – Foto: Acervo Familiar

Na Polônia, no dia 06 de dezembro é comemorado o dia de São Nicolau, Swiety Mikolaja. É neste dia que as crianças são presenteadas; neste dia costumam encontrar doces e presentinhos sob os travesseiros, nas meias e nos sapatos. Também é neste dia que acontecem as trocas de presentes entre amigos. Embora possam acontecer na véspera de Natal, o dia de São Nicolau é bem mais tradicional no que se refere a troca de presentes e o dia de Natal é reservado para comemorar o nascimento de Cristo, sem conotação comercial.
No Brasil, o Natal de acordo com as tradições polonesas é celebrado em muitas localidades por iniciativas de instituições, dentre elas a BRASPOL – Representação Central da Comunidade Brasileiro Polonesa no Brasil. Em Curitiba, no Memorial S. João Paulo II, dedicado à imigração polonesa, todos os anos, no mês de dezembro acontece a Jaselka,festa da celebração do Natal com apresentação de corais entoando as canções natalinas e celebrações religiosas. Em Irati, a BRASPOL realiza anualmente em espaço coletivo o NATAL POLONÊS. Consta de jantar com cardápio típico, cânticos natalinos –as kolendy e partilha do Oplatki. Muitas famílias também celebram o natal desta forma no dia 24 de dezembro.
Para nós brasileiros, descendentes de poloneses, este momento além de ser o da celebração do nascimento de Cristo, é o momento de resgate, preservação e disseminação das tradições como um tributo aos antepassados e, principalmente, devido a sua riqueza de significado.
A BRASPOL, que é a representação da comunidade polonesa no Brasil, tem este objetivo, resgatar, preservar e disseminar as tradições dos antepassados pelo significado que apresentam e representam.
O Núcleo da BRASPOL de Irati deseja a todos um FELIZ NATAL e PRÓSPERO ANO NOVO.Como dizem os poloneses: Wesolych Swiat, szczesliwego Nowego Roku.