Prefeito empreendedor

Confira mais um Papo Confidencial

Na terça (31), o prefeito de Prudentópolis, Osnei Stadler, recebeu o reconhecimento do SEBRAE na categoria “Prêmio Prefeito Empreendedor” pelo seu trabalho e de toda sua gestão.Foram premiados e reconhecidos os gestores que implantaram projetos com resultados comprovados de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de pequenos negócios e à modernização da gestão pública.

Prefeito Empreendedor 2

O Prefeito Osnei é empreendedor e está transformando o município. Osnei se preocupa com o pequeno negócio de Prudentópolis e este foi um dos fatores que fez o seu trabalho se destacar. Na foto, Osnei está com o vice governador Darci Piana, com o vice-prefeito Evaldo e com o gerente regional do Sebrae, Joel Franzin Junior. Prudentópolis era finalista na categoria “Marketing Territorial” e disputou com Maringá e Tupanssi, que foi a vencedora.

Prefeito por um mês

O vice-prefeito de Imbituva, Zaqueu Bobato, vai assumir o município por 30 dias. O Prefeito Celso Kubaski vai se afastar para tratar de assuntos particulares e Zaqueu ficará responsável pela prefeitura. A posse será a partir do dia 10 de junho. Isso acontece como mostra do entrosamento de Celso e Zaqueu e a confiança no vice. Ainda neste mês de junho, é aguardado a vinda do governador Ratinho Junior para dar ordem de serviço da obra da Vila Brasil e entrega de Regularização Fundiária.

Mobilizando

O prefeito Jorge Derbli está mobilizando o comércio de Irati através da 1ª ExpoIrati. Segundo ele, é a melhor forma de conhecer o que Irati tem a apresentar em vários ramos de atividade envolvendo o comércio, indústria, serviços e agronegócio. Para isso, a prefeitura de Irati não cobrará o lote para expositores. Ainda, nesta quinta (2), o prefeito se reuniu com sua equipe para organizar o evento.

Em vias de Fato

Parece que em Prudentópolis espalhar notícias falsas pode levar a vias de fato. Segundo informações “de cocheira”, a “treta” foi entre um vereador e um empresário. Parece que o comerciante não foi fiel aos fatos (mentiu) e por isso levou uma bofetada do vereador. Cuidado pessoal, é preciso acalmar os ânimos por lá.

“Facilidade é o nome que os vagabundos dão ao esforço alheio” – Leandro Karnal

Lei Edson Sampaio

Os vereadores Claudemir dos Santos Hertel e Ricardo Hirt, de Rebouças, apresentaram um ante projeto que cria a Lei “Dr Edson Ferreira Sampaio”. O projeto inovador proporciona que alunos do município recebam uma bolsa custeada pela prefeitura para cursar medicina. A lei prevê que até cinco alunos recebam R$5.000,00, por mês, para pagar despesas com o curso. Ao final, após concluir o curso, o aluno deverá pagar em serviços o valor recebido atuando no município.

Supre

A lei, segundo Claudemir, é inovadora no segmento e procura resolver um problema de vários municípios sobre a falta de profissionais médicos. Como o município financia o aluno, ele cobra em serviço e com isso ajuda a fixar o médico no sistema de saúde local, no caso Rebouças, diz o vereador. Esta ideia já era projeto de campanha de Claudemir quando disputou a prefeitura, mas é agora que está conseguindo colocar em pratica.

Aprimorar

A ideia está sendo colocada como Anteprojeto (sugestão ao prefeito) e, como não cabe ao legislativo orçar sobre valor, é o executivo que tem de transformar o projeto em lei. Claudemir ainda defende que o número seja de seis alunos, sendo que no mínimo três sejam frutos do ensino público e outros três possam ser da rede particular. Segundo Hirt e Claudemir, o programa é para dar condição de formação a população mais carente.

Interino

João Almeida Junior vai acumular mais uma função na prefeitura de Irati. Ele assumiu, interinamente, a Secretaria de Comunicação, junto da Secretaria de Planejamento e Inovação. João já foi titular desta pasta antes e, agora, tem a missão de organizar as pautas e prospectar a imagem da prefeitura, mostrando os feitos do mandato de Jorge Debli, que estão sendo executados em Irati. Por sinal, mandato que, segundo comentários, vai melhor que o primeiro.

Felipão vai assumir a Agricultura

O prefeito Osnei Stadler está substituindo o titular da Secretaria de Agricultura de Prudentópolis. Que vai assumir a pasta é o vereador Luiz Felipe Daciuk (DEM), eleito com 713 votos. No mandato passado, ele já foi secretário de Meio Ambiente. Quem assume no lugar é o Beto da Saúde (Carlos Roberto Melnik), também do DEM. A ex-secretária vai assumir uma vaga na iniciativa privada.

"R$ 5 mil"

Valor mensal proposto no anteprojeto que financia alunos de medicina em Rebouças

Audiência

Infelizmente, tenho que concordar que o público para a audiência pública da Nova Ferroeste foi pequeno para Irati. Poucos interessados, de fato, no que se apresentou. Principalmente considerando que aqueles que têm tanto interesse no assunto, mesmo assim, não se fizeram presentes por lá. Pelo que nos foi informado, para tirar o trem do centro de Irati vai ter de ter muito mais trabalho político do que se esperava.

Greve Eleitoreira

Iniciou ano político e lá vem a APP instigando as greves nas cidades. Desta vez, dois municípios estão sofrendo as ações do sindicato, liderada pela presidente regional Tatiana Maia, a qual era bajulada pelo prefeito Junior Benato. Um dos casos foi em Inácio Martins que, depois de uma liminar impetrada, o Tribunal de Justiça derrubou a greve. A outra foi Prudentópolis e, neste caso, a instituição insiste em mobilizar professores contra o prefeito Osnei. Os dois municípios conseguiram derrubar a greve no Tribunal de Justiça. É comum ver Tatiana ao lado de Requião mostrando o seu voluntarismo político, que expõem também a entidade e os professores, principalmente aqueles sindicalizados a APP. Parece que a tática de Benato, de agradar, não deu certo.

Por que greve?

Para deixar claro porque está acontecendo a greve, recentemente houve uma normativa determinando que nenhum professor ganhe menos do que o piso de R$ 1.922.80, estabelecida para a classe. Com isso, houve um achatamento da tabela de progressão e ganho dos professores. Os prefeitos ficaram na “berlinda”, uma vez que percebem o achatamento, mas não podemos aplicar o índice do piso para todos os níveis. Até porque, isso já colocaria a maioria dos municípios no alerta do Tribunal de Contas. Os prefeitos resolveram aplicar o índice do piso, mas não estender aos outros professores.