Tosse Crônica: 5 doenças que podem estar por trás desse sintoma

A tosse é um mecanismo de defesa do nosso organismo para expelir alguma substância ou corpo estranho que incomodem os pulmões

Dr. Bruno L. Alencar
Otorrinolaringologista
CRM 18299 RQE 13511

Devido ao clima, a tosse é mais comum no outono e no inverno, mas também pode aparecer em inúmeras situações durante o verão. Até mesmo sair do frio do ar-condicionado do escritório para o calor da rua pode causar incômodo na garganta.
A tosse é um mecanismo de defesa do nosso organismo para expelir alguma substância ou corpo estranho que incomodem os pulmões. É um sintoma normalmente presente em doenças pulmonares ou nas vias aéreas superiores (laringe e faringe).
Gripes e resfriados, por exemplo, manifestam o sintoma da tosse por um período de até 3 semanas, durante a fase aguda dessas doenças. Caso a tosse permaneça por um tempo maior ou que se repita de maneira frequente, passa a ser tratada como tosse crônica, pois pode ser sinal de algo mais grave e deve ser investigado.

Listamos abaixo cinco doenças que podem ser a causa da tosse crônica:
Sinusite

A sinusite é uma inflamação ou inchaço das cavidades ao redor das vias nasais, chamadas seios paranasais, e pode tornar-se uma infecção. Os sintomas que aparecem são: dores de cabeça e no rosto, tosse com catarro e acúmulo de muco nasal. A doença pode aparecer desencadeada por um resfriado e alergias. O tratamento é feito para aliviar os sintomas. Caso seja sinusite crônica, ela pode durar até oito semanas e, nesse caso, pode ser necessária a medicação de antibióticos.

Tuberculose
A tuberculose é uma doença bacteriana e que afeta os pulmões, principalmente. As bactérias se propagam facilmente por gotículas respiratórias no ar (espirro e tosse) e por saliva (beijos ou bebidas compartilhadas). A maioria das pessoas infectadas pela bactéria, não apresentam sintomas. Quando é assintomático, nem sempre o tratamento é necessário. Quando aparece, os sintomas incluem a tosse (às vezes, com sangue), febre sudorese noturna (excesso de suor) e perda de peso.

Asma
A asma é uma doença inflamatória crônica que causa inflamação nas vias aéreas, tornando-as estreitas e inchadas, além do excesso de produção de muco. Atinge principalmente crianças até os cinco anos de idade, mas pode surgir em outras fases da vida. Ela causa dificuldade para respirar, dor no peito, respiração ofegante e tosse.
Doença do Refluxo Gastroesofágico
Também conhecida pela sigla DRGE, é uma doença digestiva em que o ácido do estômago retorna ao esôfago e pode chegar até a garganta, laringe ou faringe, irritando a mucosa. Causa inflamação, tosse seca e pigarro, além da sensação de queimação após se alimentar e a piora ao deitar-se.

Bronquiectasias
As bronquiectasias são doenças pulmonares que podem ser causadas por infecção bacteriana ou por obstrução dos brônquios, levando a dilatação irreversível dos brônquios. Não tem cura e pode até ser fatal, por isso é fundamental fazer o acompanhamento médico, com fisioterapia e uso de medicamentos para amenizar os efeitos da doença. Os sintomas associados são: tosse persistente com catarro (pode ter sangue também), mal-estar geral, perda de apetite e falta de ar.
É importante observar que cerca de 30% dos pacientes podem apresentar uma associação de mais de uma dessas doenças. Os “xaropes” caseiros para tosse devem ser evitados pois não trazem nenhum benefício efetivo e podem mascarar um problema mais grave. Por isso, o acompanhamento médico é a maneira mais eficaz para diagnosticar corretamente a patologia e fazer o tratamento adequado.