Prefeitura realiza palestras sobre a conscientização da prevenção do suicídio

Foto: Reprodução/Campanha Setembro Amarelo visa a conscientização da prevenção ao suicídio Aderindo a Campanha nacional de prevenção ao suicídio, denominada

Foto: Reprodução/Campanha Setembro Amarelo visa a conscientização da prevenção ao suicídio

Aderindo a Campanha nacional de prevenção ao suicídio, denominada Setembro Amarelo, a Secretaria de Saúde de Teixeira Soares realiza durante este mês atividades em escolas estaduais sobre o tema, abordando a depressão, sintomas de riscos, julgamento da doença, entendimento que é uma condição médica, entre outros.

Algumas escolas estaduais estão recebendo as palestras devido os jovens e adolescentes serem a população de maior risco, segundo o psicólogo da Secretaria de Saúde Municipal, Renan Sguario. Ele também é o palestrante das atividades no município.

Essa iniciativa foi desenvolvida devido aos vários casos de suicídio no país, e Teixeira Soares decidiu aderir à campanha para alerta de todos. Números de Suicídio no País e no mundo, considerando que morrem mais pessoas por suicídio do que por AIDS no pais e é um fenômeno comum à espécie humana, e essa campanha muito importante para conscientizar as pessoas, para elas verem que é uma doença, que precisam de ajuda médica, psicológica e para ficarem atentos aos detalhes. É um alerta a população para buscar ajuda correta. As palestras são a porta de entrada para falar sobre o assunto com os jovens e adolescentes, eles conversam com os pais, e professores, diretores também tem acesso ao assunto, além do contato com a família, a escola é o lugar ideal para falar sobre isso, disse Sguario.

O psicólogo diz que a depressão, principal doença que leva ao suicídio, se caracteriza em estado de mais de 15 a 30 dias em um estado de humor extremamente deprimido, desmotivação, a questão do sono alterado, intensões suicidas, deixa a higiene pessoal de lado, o suicídio é o final do quadro da doença. A pessoa não quer tirar a vida dela, quer tirar a dor que sente, a culpa que faz com que ela se sinta assim, e não consegue lidar muito bem. Por isso os familiares e pessoas próximas são importantes, ressalta.

Sguario também alerta para os sintomas das pessoas que apresentam quadro de tentativa de suicídio. Quem possui a doença geralmente tem quadros de insônias ou hipersono, ou seja, só quer dormir. Também não há o interesse em interagir com a realidade. A falta de fome, comer em excesso, também são sintomas das doenças, além da falta de vontade de viver.  Esses são alguns dos motivos de ficar alerta, esse isolamento, comenta.

Outro ponto importante sobre essa prevenção é o maior cuidado com pessoas mais impulsivas, que teriam a capacidade de cometer o suicídio, de tomar uma decisão drástica, ou quando falam muito em morte. Sguario explica que nesses casos a pessoa deve buscar ajuda nos postos de saúde no município. Devemos indicar para a pessoa ir até um posto de saúde, se ela não quiser, outro pode ir e informar ao pessoal, eles vão até o local conversar com a pessoa, observa.

Sguario também destaca que existem meios de saída da depressão, uma delas é a atividade física, a arte (música, teatro, dança e etc) uma boa alimentação, relações saudáveis, psicoterapia. “As pessoas precisam perder o preconceito de acreditarem que ir no psicólogo ou ao psiquiatra é coisa de louco, muitas vezes falar no espaço psicoterapêutico é o melhor remédio, falar pode aliviar dores emocionais, conclui.

Dentro das atividades do Setembro Amarelo, Sguario cedeu entrevista há rádio de Irati, no programa “Alo Teixeira” juntamente com o prefeito Lula Thomas, e o diretor de Cultura e Comunicação, Henrique Melo, onde, segundo ele, atingiu um maior número de pessoas de diferentes idades, e pode orientar a população com o intuito de prevenir a doença e promover a saúde.