Policial salva criança afogada em Imbituva

Ao sair do hospital, a criança estava estável e recuperada e ficou em observação por ordem médica

Jaqueline Lopes, com Informação 8ª CIPM

No domingo (05), por volta das 12h, na Travessa Aldino Duzi, no Jardim Tangará, em Imbituva, um homem e uma mulher compareceram a Sede da Polícia Militar com uma criança de um ano e meio, afogada, com as vias aéreas obstruídas e sem consciência.

De imediato, um policial iniciou o atendimento e a realização da manobra de Heimlich, enquanto outro fazia contato com o SAMU. Devido à gravidade da situação, foi optado por deslocar até o hospital municipal.

Enquanto o policial pegava a viatura, a manobra foi bem sucedida e, durante o deslocamento de urgência, a criança teve lapsos de consciência, saindo da situação de desmaio por poucos instantes e já voltava a perder a consciência, mas comas vias aéreas já desobstruídas.

No hospital, a criança foi entregue as enfermeiras para o atendimento médico e procedimentos pertinentes. O pai, ao ficar sabendo da situação, deslocou-se ao hospital e foi inteirado dos fatos.

Ao sair do hospital, a criança estava estável e recuperada e ficou em observação por ordem médica.