Estudantes são premiados em fase municipal do Projeto Resgate a Infância

Projeto trabalha os direitos das crianças e adolescentes com os estudantes

Daniela Valenga

A Secretária de Educação de Fernandes Pinheiro premiou as estudantes que desenvolveram trabalhos destaque dentro do Projeto Resgate a Infância. Três categorias foram premiadas, com produções de poesia, conto e desenho. As vencedoras da fase municipal irão concorrer na etapa estadual do projeto.
Idealizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), o Projeto Resgate a Infância tem o objetivo de promover ações de conscientização e mobilização da comunidade escolar e da sociedade sobre os direitos da criança e do adolescente, com foco na erradicação do trabalho infantil e na proteção ao trabalhador adolescente.
Em Fernandes Pinheiro, alunos do 4º e 5º anos puderam participar do concurso organizado pela prefeitura. Foram premiados os melhores trabalhos observando as características literárias, artísticas e culturais das produções.
“É importante incentivar as atividades textuais e artísticas porque elas desenvolvem habilidades e competências contempladas na Base Nacional Comum Curricular e colaboram com o desenvolvimento integral do aluno”, explica Inês Kuc Kuller, coordenadora do projeto.
A Secretária de Educação de Fernandes Pinheiro realizou a premiação interna dos primeiro e segundo lugares em cada uma das escolas participantes. “Reconhecer os melhores trabalhos é importante para valorizar o comprometimento, o esforço e a dedicação, além de incentivar e motivar o aprendizado”, ressalta Inês.
No dia 24 de junho, as alunas classificadas em primeiro lugar geral de cada uma das categorias participaram da premiação municipal. A estudante Gabriela Lauermann Martelli, da Escola Rural Professora Genny Schumanske Kuller, venceu a categoria conto. Isabely Andrade Ferreira, da mesma escola, foi a vencedora da categoria poesia. E a estudante da Escola Rural Municipal Presidente Costa e Silva, Laura Tribek, venceu a categoria desenho.
“A dedicação dos educadores envolvidos nas ações de preservação à violação dos direitos de crianças e adolescentes também foram reconhecidos e divulgados durante a premiação”, relata o secretário de Educação, Sérgio Gomes.
O resultado dos trabalhos inscritos e avaliados na etapa estadual do Projeto serão divulgados em 26 de agosto deste ano.