Prefeitura de Rio Azul recebe dois tanques de combustível

Equipamentos já estão no Pátio de Máquinas e são utilizados no abastecimento dos maquinários

Jaqueline Lopes

A Prefeitura de Rio Azul adquiriu dois tanques de combustível para utilizar nos veículos oficiais e no maquinário da prefeitura. Com isso, a administração irá agilizar os trabalhos e economizar cerca de R$ 25 mil, por mês, dos cofres públicos.
Os dois tanques já estão no Pátio de Máquinas e têm a capacidade de 20 mil litros de diesel, um deles é de 15 mil e outro de cinco mil, e auxiliam no abastecimento dos maquinários. De acordo com o prefeito Leandro Jasinski, com esta aquisição, a economia é de R$ 0,50 por litro de diesel, assim, são R$ 25 mil por mês e cerca de R$ 300 mil por ano que vai sobrar para o município.

“Os tanques estão aqui. É uma economia muito boa que a gente pôde trazer já no primeiro ano de mandato. Um investimento para a cidade no que é mais prioritário para os cidadãos” Leandro Jasinski

O investimento para a compra dos tanques foi de aproximadamente R$ 53 mil, mas que deve voltar aos cofres públicos em pouco tempo devido à economia que irá gerar, pois todos os maquinários e ônibus da Prefeitura serão abastecidos dentro do pátio.
Para o prefeito, esta é “uma economia muito boa que poderemos fazer e assim trazer mais investimentos à população de Rio Azul, já tivemos um investimento nos tanques, mas que em pouco tempo vai retornar, e ainda tem o diesel que é de boa qualidade”, destaca.

“Nós economizando aqui, é a população quem ganha” Jair Boni

O secretário de Obras de Rio Azul e vice-prefeito, Jair Boni, também comentou sobre a nova aquisição que, segundo ele, trará mais agilidade, pois, antes, o abastecimento era feito em um posto do município para depois ir ao trecho para realizar os serviços. Agora, com os tanques no pátio o maquinário já sai abastecido do local e chega antes no destino.
“Essa aquisição vai dar mais economia e mais agilidade, aonde o maquinário chega antes no seu destino no serviço prestado, podendo fazer mais trabalhos para os agricultores que dependem do maquinário da Prefeitura”.