No aniversário de Irati, Derbli faz balanço das obras e conquistas

Jorge comenta projetos sociais, investimentos na educação, cultura, infraestrutura, entre outros setores

Amanda Borges

Jorge Derbli chega aos cinco anos e meio frente à prefeitura de Irati. Durante esse período, o gestor, com o apoio da vice-prefeita Ieda Waydzik e demais membros de sua equipe, realizou projetos em todos os setores sociais. 

De uma maneira geral, Jorge considera estar desempenhando um bom trabalho para o município. “Irati está no caminho certo, o nosso crescimento é visto a olho nu todos os dias”, afirmou o prefeito.

"R$ 27 milhões"

Valor que a prefeitura vai investir em pavimentações.

Por conta disso, Jorge agradece o apoio dos mais de 15 deputados, estaduais e federais, que injetam recursos no município. “Eu nunca fechei a porta para deputado nenhum, pelo contrário. Nós abrimos a porta para que todos venham investir, porque o investimento é para a população de Irati”. Ainda, destaca os nomes de Leandre Dal Ponte e Artagão Júnior, bem como o de Evandro Roman, Ademar Traiano, Sandro Alex, Nelson Justus, Alexandre Curi, entre outros.

Centro de Eventos será inaugurado no aniversário de Irati | Foto: Jaqueline Lopes

Ele também afirma que cuida de Irati pensando nas gerações futuras. “Eu fico muito feliz de estar contribuindo com uma pequena parcela para que Irati seja uma cidade boa de viver”, disse o prefeito.

Confira um balanço do trabalho que tem sido desempenhado pela gestão Jorge Derbli durante esse período.

Obras

Desde o início, Jorge assumiu o compromisso com os iratienses de iniciar e dar seguimento a diversas obras. Muitos desses investimentos ocorreram no Bairro Vila São João, local da cidade que tem ampliado seu potencial econômico e residencial por conta das melhorias. Durante os cinco anos e meio, os moradores da Vila passaram a poder contar com o Parque São João, um CMEI, uma nova Unidade de Pronto Atendimento e o Condomínio do Idoso, que está em construção pelo Governo do Estado. 

Assim como a Vila São João, o Centro de Tradições Willy Laars (CT) também foi contemplado com diversas melhorias durante esse tempo. Entre elas, a cobertura da pista de laço, Centro de Eventos e a Cidade do Idoso, projeto pioneiro no estado. O CT está completamente diferente desde o início da gestão, sendo preparado para se tornar um parque de exposições. O tradicional Rodeio Crioulo de Irati será o evento que inaugura o espaço e a “1ª ExpoIrati” já tem data marcada no calendário regional.

“Fico muito feliz de estar contribuindo com uma pequena parcela para que Irati seja uma cidade boa de viver” – Prefeito Jorge Derbli

Além disso, outra obra que marcará a história da cidade é a, recentemente anunciada, revitalização do Centro. “Eu acho que Irati precisa de mais embelezamento, as ruas mais floridas, coisas modernas, wi-fi nas principais ruas comerciais, o calçadão da rua Munhoz da Rocha”, destaca. tudo que foi citado pelo prefeito está incluso no projeto. Além de ter como objetivo embelezar o local e proporcionar modernidades, a obra prevê a continuidade da drenagem do centro, medida para amenizar alagamentos.

Jorge também conclui na sua gestão algumas obras paradas, como a sede da Prefeitura, que agora será instalada a equipe da Secretaria de Educação, a obra está em andamento e será finalizada em breve, o Centro da Juventude, que já está em uso, além de postos de saúde e a UPA da Vila São João, que agora é o Pronto Atendimento.

Educação e cultura

No âmbito da educação, Jorge adquiriu ônibus escolares, televisores e notebooks para o uso em sala de aula, além de estar correndo a licitação para este ano ter a compra de uniformes que serão distribuídos gratuitamente aos alunos da rede municipal. Ainda, nesses cinco anos e meio, três novas instituições particulares de ensino superior firmaram sede em Irati, as faculdades São Vicente, Campo Real e Guairacá, que podem tornar Irati um polo universitário.

Complexo Gari é uma obra que dará destino aos resíduos | Foto: Secom

Como também, a reforma da Casa da Cultura, prédio histórico de Irati, foi concluída e exposições artísticas, bem como lançamentos de livros, já vem ocorrendo no local.

Ainda, um projeto que liga os bairros da cidade ao Centro por meio de ciclovias já vem sendo executado e deve ser concluído até o fim da gestão.

Alagamentos

Outra problemática que Jorge buscou solução durante suas gestões são os alagamentos no centro e bairros próximos. Sua equipe realiza um sistema de drenagem nesses locais, projeto que terá continuidade na obra de revitalização do Centro. Alinhada ao Canal Hídrico, também obra de Derbli, que já teve efeito nas vias centrais contra os alagamentos.

 Outra medida adotada pela gestão para solucionar a questão foi a dragagem do Rio das Antas e afluentes, que segue ocorrendo por conta da extensão dos canais.

As medidas já surtiram efeito, tendo em vista que não houveram alagamentos, apesar do grande volume de chuvas deste ano.

Pavimentações

Com relação às pavimentações, ao todo, serão investidos cerca de R$ 27 milhões. “É um projeto grande, são mais de 70 ruas que serão pavimentadas em Irati e de maneira pulverizada, em todos os bairros, não vamos concentrar só em uma parte, e sim em vários pontos”, pontua Jorge. No interior, há obras como a do Pinho de Baixo, que está na quarta e última fase de conclusão do asfalto. Também há máquinas no Pirapó, e futuramente, deve começar no Itapará, além de outras.

"R$ 70 milhões"

Valor em obras em andamento, realizadas e garantidas pela prefeitura.

Futuro

Para os anos finais que comandará a prefeitura, Derbli já planeja ações e projetos. De acordo com ele, futuramente, os iratienses poderão contar com um projeto que, além de promover a sustentabilidade, vai gerar muitos empregos. “O Projeto Gari, que vai ser lançado nos próximos dias, nos 115 anos do aniversário do município, é um projeto completo de reciclagem do lixo de Irati. Através dele, nós vamos com certeza gerar muitos empregos para aqueles que trabalham com a coleta e principalmente dando uma estrutura de trabalho para eles, com refeitório, vestiário, banheiros decentes, um ambiente onde mais de 100 pessoas vão tirar seu sustento dali”, explica o prefeito.