A importância de tomar a vacina

Todas as vacinas disponíveis no Brasil são distribuidas de forma gratuita pelo SUS

ESTHER KREMER

Todas as vacinas são importantes, seguras e eficazes, são também uma poderosa medida de prevenção a diversas doenças graves que se não forem tratadas podem levar a morte.
A grande maioria das doenças que são prevenidas por vacinas podem ser transmitidas por contato com objetos infectados ou quando a pessoa doente espirra, tosse ou fala e expele gotículas de saliva em lugares onde outras pessoas podem encostar. Assim, o vírus se espalha de uma forma mais rápida entre os que não estão vacinados.
Atualmente, o vírus que mais está matando pessoas no mundo é o coronavírus e pode ser prevenido com a vacinação, distanciamento social, uso de álcool gel e máscara.Todas as vacinas para a Covid-19 são aprovadas pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e quando são injetadas no corpo automaticamente começam a desenvolver no organismo uma imunidade capaz de reduzir os danos da doença. É verdade que cada vacina tem uma eficácia diferente, mas todas funcionam e foram testadas, portanto, não é o momento para escolher qual vacina tomar, o mais importante é ficar imunizado e continuar com as medidas de prevenção.
A gripe (Influenza) é um vírus que sempre existiu, mas também pode ser prevenida com a vacinação, isto ajuda também a facilitar o diagnóstico para coronavírus. É essencial manter a carteirinha de vacinação atualizada e aos sinais dos primeiros sintomas gripais, procurar ajuda médica.
As vacinas disponíveis no Brasil são fornecidas pelo SUS de forma gratuita e basta ficar atento no calendário de vacinação do seu município e esperar a sua vez. Lembre-se, tomar a vacina não protege apenas você, mas, sim, todas as pessoas que você ama.

CORONAVÍRUS é uma família de vírus que causa problemas
respiratórios. O agente causador da PANDEMIA
foi descoberto no início de 2019 na CHINA,
e rapidamente se espalhou pelo mundo.
A Organização Mundial da Saúde (OMS)
nomeou a doença como COVID-19.
Entre os SINTOMAS mais comuns estão FEBRE,
TOSSE e falta de ar. A OMS cita como forma de prevenção o uso de ÁCOOL gel, higiene das mãos, ambientes bem arejados e
o DISTANCIAMENTO social, evitando aglomerações.
A melhor forma de combater o vírus é tomando a VACINA, que o SUS disponibiliza gratuitamente para toda a população.