Comitê Territorial Terra dos Pinheirais é institucionalizado em Irati

Ideia é que o projeto seja desenvolvido na região da Amcespar em quatro eixos: agronegócio, turismo, educação empreendedora e inovação e tecnologia

Jaqueline Lopes

A região de Irati passa a ter institucionalizado o Comitê Territorial Terra dos Pinheirais. A cerimônia aconteceu na quinta-feira (02) e contou com a presença de autoridades regionais, e apresentou as ações e planejamentos do projeto, que busca o desenvolvimento regional em quatro eixos: agronegócio, turismo, educação empreendedora e inovação e tecnologia.

O comitê abrange todos os municípios que fazem parte da Associação dos Municípios do Centro-Sul (Amcespar): Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, Irati, Prudentópolis, Rebouças, Rio Azul, Mallet, Guamiranga, Inácio Martins e Imbituva. Fazem parte do projeto integrantes do setor público e privado, produtores rurais e associações comerciais.

Prefeito Jorge Derbli fez o discurso de abertura do evento – Jaqueline Lopes

O comitê territorial foi criado em 2017, ficou um período parado, mas, em 2019, voltou com as atividades, reuniões, capacitações e treinamentos. Agora, o novo corpo técnico irá atuar por dois anos e já tem propostas para o desenvolvimento dos municípios a longo prazo. A ideia é que as ações apresentadas sejam implantadas e realizadas ao decorrer dos anos.

Para a presidente do Comitê, Simone dos Anjos, os eixos trabalhados são importantes porque as ações poderão ser aplicadas em todos os municípios da Amcespar, todos serão beneficiados. Além disso, todo o projeto precisa de parceiros para que seja executado.

“Para o comitê é necessário parceiros, como do sistema “S”, todas as instituições de ensino, cooperativas de crédito, secretarias municipais e, principalmente, pedimos o engajamento dos prefeitos, porque esse é um projeto para os municípios, não para entidades, de indicar representantes, participar das ações. É de suma importância”, destaca a presidente.

Simone ainda comenta que a ideia com do comitê é fortalecer o pequeno negócio, formal ou informal, aqueles que têm uma atividade econômica, que também é empreendedor. “O que queremos no final desse projeto é ter gerado renda e emprego para a nossa região”.

A consultora do SEBRAE, Fabiola Cristine Costa, explica que “o comitê tem como objetivo principal o desenvolvimento territorial com ações efetivas para os municípios e o coletivo atinge o desenvolvimento regional. Ele vem para poder fortalecer, juntar necessidades que se convergem e serem mantidas em conjunto, e o fortalecimento das empresas e do ecossistema de inovação como um todo”.

O SEBRAE é o articulador do Comitê e faz as conexões com as outras instituições para trazer as  realidades, e aproximar as informações, através das pesquisas e pessoas que podem atuar e fazer uma atuação mais efetiva em cada eixo. “Dentro desses quatro eixos o SEBRAE vai buscar os atores necessários para o desenvolvimento desses territórios”, destaca Fabiola.

“O que foi costurado hoje, as ações serão dinâmicas e vão se renovando, porque o projeto é para a região daqui a 30 anos. Como a Amcespar vai estar daqui 30 anos. Esse é o nosso objetivo”.  – Simone dos Anjos

Celso Kubaski, vice-presidente da Amcespar e prefeito de Imbituva, diz que o comitê será importante para ajudar nas ações para o progresso dos municípios. “Todos nós sabemos da importância do desenvolvimento da nossa região. Vem de encontro com tudo aquilo que nós pensamos que a região seja desenvolvida, temos que pensar em todos os municípios, porque quando a região cresce a população ganha com isso. E o Governo Federal e Estadual têm outros olhos para a nossa região. Hoje, estamos propondo esse comitê para que todos os municípios tenham desenvolvimento”.

O prefeito Jorge Derbli esteve presente no evento e comentou sobre este projeto que irá ajudar no desenvolvimento de Irati e região. “A união faz a força. E é o que acontece com a criação desse comitê regional, com todas as entidades envolvidas, as prefeituras, com certeza, com os quatro eixos trabalhados, a ideia é buscar o desenvolvimento da região, a potencialidade de cada município, para que todos nós, juntos, consigamos uma ação coletiva e determinar os passos que deveremos dar para melhorar o desenvolvimento de toda a região”, pontua.

Equipe do Sicredi participou da cerimônia de institucionalização – Foto: Jaqueline Lopes

QUATRO EIXOS

Agronegócio – Neste eixo, a proposta central é estimular e fomentar o desenvolvimento sustentável, para agregar valor ao setor. O objetivo é criar o projeto da constituição de um consórcio SIM/Susaf, com adesão de todos os municípios. Além disso, levantar as áreas preservadas com potencial de recebimento de ICMS Ecológico e de potenciais agroindústrias para a região, com mapeamento da produção no território, e incentivar a reformulação do Programa Fábrica do Produtor.

Turismo – O foco está em promover atividades sustentáveis no território. Dentre os compromissos de entrega estão o incentivo à realização de parcerias público-privada para promover o setor. Também, incentivar e aproximar a parceria com o Sistema ‘S’ para o fortalecimento do turismo e a criação de Conselhos Municipais de Turismo no território, com a participação da iniciativa privada.

Educação empreendedora – A proposta é fomentar o tema empreendedorismo nas instituições de ensino e comunidades. Dentre os compromissos de entrega estão a implementação de ações de educação empreendedora nas 10 cidades da região; promover fóruns de debates e engajamento dos municípios e instituições de ensino no tema e aproximar as instituições de ensino e comunidade. Trabalhar isso nas escolas

Inovação/tecnologia – Para este setor, os trabalhos serão voltados para o fortalecimento das cadeias produtivas, visando à agregação de valor. As ações priorizarão o incentivo à pesquisa e diagnóstico para identificar as principais demandas de inovação e tecnologia do território e aproximar empresas e desenvolvedores de pesquisas e tecnologias.

Prefeitos e representantes dos municípios da Amcespar, corpo técnico do comitê e consultores do SEBRAE – Foto: Jaqueline Lopes

CORPO TÉCNICO

O corpo técnico do Comitê Terra dos Pinheirais é formado pela presidente Simone Aparecida dos Anjos; vice-presidente Guilherme Salamaia; e tem como coordenadores Sabrina Ticyane Cidres, no eixo de educação empreendedora; Samanta Regina dos Santos, coordenadora do eixo do turismo; Patrícia Ferraz Pedroso Bermudes, à frente do eixo de inovação e tecnologia e Raimundo Gnatkowski, no eixo do agronegócio.