Restauração dos ecossistemas: veja quais atitudes podem salvar o planeta

É necessário cuidar do lugar onde vivemos para que as gerações futuras não sofram com a escassez de recursos naturais

Esther Kremer

Nas edições passadas do Folha Escola estudamos sobre as queimadas, o desmatamento e com reflorestar. Na edição desta semana e na próxima vamos falar sobre o tema “restauração dos ecossistemas”, pois o nosso planeta, infelizmente, já está muito danificado pela ação do homem e é necessário o cuidado para que as gerações futuras não sofram com a falta de recursos naturais.

O Mauricio de Souza Produções, em parceria com a WWF Brasil, criou uma cartilha sobre este tema e colocou toda a turminha da Mônica para explicar o que é a restauração dos ecossistemas.

O que é um ecossistema?

Segundo a cartilha disponibilizada por Mauricio de Souza “ecossistema é toda a interação de pessoas, animais, plantas e outros organismos com o Meio Ambiente ao qual pertencem. Neste planeta em que vivemos há muitos tipos ecossistemas como as florestas, oceanos, áreas urbanas, montanhas, água doce, campos, pradarias e savanas”.

Veja alguns motivos para começar a restauração:

•       Biodiversidade: biodiversidade é a variedade da natureza, podendo ser animais, plantas e organismos. Muitas espécies estão ameaçadas de extinção por causa da ação negativa do homem e a restauração dos ecossistemas ajuda muito a preservar a vida de todos;

•       Alimentos: quem é que não gosta de alimentos frescos e saudáveis? Mas para que os alimentos cheguem na nossa mesa com toda a qualidade, é necessário contribuir com diversos cuidados, pois atualmente os alimentos estão perdendo nutrientes devido as mudanças climáticas, a poluição da água potável, a diminuição da polinização devido a morte das abelhas, ect;

•       Crise climática: em edições passadas do Folha Escola, trabalhamos sobre as mudanças no clima e os seus malefícios para a sociedade. A situação do nosso clima é complicada e requer medidas urgentes, pois esta condição pode ocasionar tragédias ambientais como tufões, secas e inundações, além de prejudicar a saúde dos próprios seres humanos;

•       Desastres naturais: a natureza não tem culpa dos danos causados por desastres naturais, pois os verdadeiros culpados são os seres humanos que desmatam, poluem e queimam.

•       Água doce:a água que nós bebemos não vem somente da chuva, ela também surge das nascentes que vem do subsolo para a superfície, por isso é importante cuidar destas fontes, evitar a poluição e o desmatamento da vegetação local;

•       Matas ciliares: as matas ciliares podem ser encontradas nas beiras dos rios de médio e grande porte. Ela serve para filtrar o que cai nos rios, assim como os nossos cílios, que servem para proteger os olhos. E ela é muito importante em épocas de cheias, onde armazena uma quantidade de água e quando é época de secas, ela devolve esta quantidade para o rio.

•       Propagação de doenças: segundo a ONU, o desmatamento compromete a vida de 3,2 bilhões de pessoas, é quase a metade da população da Terra. O desmatamento faz com que as doenças que eram restritas a vida selvagem, cheguem até os seres humanos e por isso é tão perigoso.

Restaurar em 10 anos

A ONU (Organização das Nações Unidas), em março de 2019, realizou uma reunião com diversos representantes dos países que pertencem a esta união e decidiu que nos próximos 10 anos todos os países fariam esforços para cuidar do planeta, a restauração dos ecossistemas. Juntamente com a sua professora e turma, monte um plano para salvar o nosso planeta em 10 anos, mande para o e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (42) 98423-2331 e apareça na próxima edição do Folha Escola. Juntos podemos salvar o planeta!